domingo, julho 25, 2010

Santa Cruz vence Potiguar em jogo cheio de percalços


Brasão foi o autor do único gol da partida; Potiguar teve dois jogadores expulsos e jogo foi interrompido por problemas na iluminação


Da Redação do pe360graus.com, com Agência CoralNET de Notícias


O Santa Cruz venceu o Potiguar-RN na tarde deste domingo (25), por 1 x 0, em Mossoró com gol do atacante Brasão. Com o resultado, o Tricolor fica na segunda colocação no grupo A4, com três pontos marcados.



Na próxima rodada o Santa encara o Confiança/SE, no Arruda. A partida acontece no domingo, às 16h, porém, antes do próximo jogo pelo Brasileiro o time coral tem um confronto diante do Treze/PB, na quarta, no Mundão.



O JOGO
O primeiro tempo começou com as duas equipes se estudando muito em campo. Usando um esquema com três zagueiros, o Santa Cruz se mostrava forte defensivamente e o time da casa teve dificuldade de chegar no ataque.



Aos 29 minutos da primeira etapa o juiz Wladyerisson Silva paralisou o jogo por causa da falta de iluminação em uma das torres, que, segundo os dirigentes do Potiguar, teve os seus fios roubados. Depois de 40 minutos de paralisação o jogo foi reiniciado.



A primeira chance clara de gol foi criada depois de uma tabela entre Osmar e Brasão, que tocou para Victor Hugo, o meia driblou um zagueiro e mandou nas redes pelo lado de fora. Logo depois foi a vez de Paulo César cruzar e Menezes mandar uma cabeçada no travessão. Mas o Santa não conseguiu aproveitar o bom momento, pois logo depois o juiz apontou o fim do primeiro tempo.

Na segunda etapa, logo com um minuto de jogo, o volante Robinho fez falta dura em Victor Hugo e foi expulso. Imediatamente Givanildo abriu mão do esquema com três zagueiros e colocou o meia Elvis na vaga de Luiz Eduardo. O Tricolor começou a criar chances em sequência e o goleiro Wendel se destacou.


Aos 18 minutos Victor Hugo fez grande jogada, driblou dois zagueiros e ficou cara-cara com o arqueiro alvirrubro, mas a bola desviou no pé de Wendel e foi para fora.


Givanildo aumentou a pressão do Santa colocando Jadílson na vaga de Gilberto. Logo depois o time do Rio Grande do Norte teve o atacante Ítalo expulso, por colocar a mão na bola e já ter recebido um cartão amarelo.


Com dois a mais em campo as chances foram surgindo naturalmente para o Tricolor, porém, a mira dos atacantes parecia estar mal calibrada, até que aos 40 minutos Jadílson tocou para Brasão, que matou no peito, entrou na área e mandou para as redes. Na comemoração o artilheiro tricolor exagerou e levou um cartão amarelo.



Depois do gol, o Santa só administrou o placar e comemorou o resultado positivo.

Nenhum comentário: