segunda-feira, julho 05, 2010

Ruud Gullit agradece 'presente' do Brasil no primeiro gol holandês

http://www.topnews.in/files/Ruud-Gullit.jpg
por ESPN.com.br com EFE


"O momento-chave do jogo foi o gol de empate. Foi um presente e, em seguida, (os brasileiros) perderam o controle do jogo e nós ganhamos", analisou Gullit. O ex-jogador destacou que a Holanda tem mostrado um bom futebol na Copa, mas ponderou que a classificação para as semifinais também se deu por circunstâncias favoráveis.

"Na primeira parte do jogo contra o Brasil, eles jogaram melhor e, se fizessem 2 a 0, tudo teria sido diferente", acrescentou. Na mesma entrevista, Gullit apontou o alemão Mesut Özil, o holandês Wesley Sneijder e o espanhol David Villa como as revelações da Copa.

"Villa faz coisas que muitos outros jogadores não podem fazer, enquanto Özil é a descoberta da equipe alemã e Sneijder se transformou no jogador-chave da seleção holandesa. Começou a marcar gols, embora essa não seja sua função", explicou.

Segundo o ex-jogador, a Holanda terá um jogo difícil amanhã contra o Uruguai, pelas semifinais da Copa, e disse que qualquer equipe que chegou a este ponto do Mundial pode levar o título. "O único problema é que, se você é o favorito, tem mais pressão", afirmou.

"O que sabemos é que, se formos capazes de ganhar do Uruguai, vamos ver na final um grande espetáculo entre duas equipes com futebol ofensivo, já que os adversários da outra semifinal, Alemanha e Espanha, são dados ao futebol de ataque", acrescentou Gullit, ao considerar a vocação ofensiva dos alemães como uma grata surpresa.

"Para nós, uma coisa boa deste Mundial é que, se chegarmos à final, não teremos que enfrentar anfitrião", disse o holandês, lembrando as duas finais perdidas pela Holanda em 1974 e 1978 para Alemanha e Argentina, respectivamente.

"O certo é que, atualmente, Holanda e Alemanha são duas seleções que se respeitam e, sobre a outra semifinal, eu não apostaria meu dinheiro nem a favor da Alemanha, nem a favor da Espanha", encerrou o ex-jogador holandês, que jogou a Copa de 1990.

Nenhum comentário: