terça-feira, julho 06, 2010

Overdose de futebol no Brasil

Cidade da Copa
por Cassio Zirpoli

Será uma verdadeira overdose de futebol no Brasil nos próximos anos. O país, que tinha o direito de organizar a Copa América de 2015, havia iniciado uma negociação para inverter a sede com o Chile. Assim, o Brasil receberia o campeonato sul-americano apenas em 2019. Mas o terremoto no Chile inviabilizou o acordo.


Desta forma, o cronograma voltou ao modelo anterior, como afirmou o presidente da CBF, Ricardo Teixeira. Portanto, confira os jogos internacionais aqui na terrinha.


2013 – Copa das Confederações, com 8 países e 16 jogos.


2014 - Copa do Mundo, com 32 países e 64 jogos.


2015 – Copa América, com 12 países e 26 jogos.


2016 – Olimpíada, com 16 países e 32 jogos.


Total = 138 jogos internacionais no país em quatro anos.


Deste total de partidas (sem contar a Olimpíada feminina), a Seleção Brasileira poderá jogar até 24 vezes, caso chegue a todas as semifinais, garantindo, no mínimo, a disputa pelo 3º lugar.


Das quatro competições, só uma não acontecerá em Pernambuco. O torneio olímpico de futebol de 2016, no Rio de Janeiro, vai acontecer em apenas mais quatro cidades: São Paulo, Brasília, Belo Horizonte e Salvador.


Pernambuco deverá receber até 6 jogos no Mundial. Será que é possível emplacar alguns confrontos da Copa das Confederações (vestibular da Copa) e da Copa América?


Dúvida: supondo que seja difícil ganhar os quatro campeonatos… Como será o planejamento do Brasil para essa sequência?

Nenhum comentário: