sexta-feira, julho 02, 2010

Löw deixa provocações de lado e rasga elogios a Argentina e Maradona

http://farm4.static.flickr.com/3068/2595803559_c866cc146b.jpg

por Conrado Giulietti, da Cidade do Cabo (África do Sul), para o ESPN.com.br


Na entrevista coletiva desta sexta-feira, o técnico da Alemanha, Joachim Löw, deixou de lado o tom provocativo dos últimos dias por parte dos jogadores e até de Diego Maradona. O treinador germânico preferiu elogiar a seleção argentina e principalmente 'El Pibe', rivais por uma vaga na semifinal da Copa do Mundo.

"Não creio que Maradona vá se defender, não faz parte de seu estilo. Era um jogador que nunca se preocupou com a parte defensiva", começou Löw. "Diego Maradona foi um grande jogador. Marcou toda uma época, como nenhum jogador fez antes que ele", manteve os elogios.

O técnico da Alemanha também mostrou preocupação com o ataque argentino. "Não é só Messi que é um grande jogador. É difícil controlar Higuaín e Tevez. No banco eles têm jogadores de destaque, como (Diego) Milito", explicou.

O outro entrevistado no Estádio Green Point, o lateral Boateng lembrou do confronto de março deste ano na Alemanha, com vitória da Argentina por 1 a 0, para evitar as provocações dos últimos dias: "Joguei em março contra a Argentina. Eles são duros, mas nada injusto. Vamos jogar e decidir quem vai ganhar essa partida".

Joachim Löw não vê muitas semelhanças entre o jogo de amanhã e o de três meses atrás. "Não vejo paralelos entre a partida de amanhã e aquela de março. Foi uma partida preparatória, amanhã será muito decisivo", afirmou o treinador.

Lesões

O técnico dos tricampeões mundiais também falou de Lukas Podolski e Cacau, que não treinaram na última quinta. O atacante titular deve atuar, mas o brasileiro está praticamente descartado.

"Vai ser difícil que Cacau jogue amanhã. Porém nesta tarde faremos um teste. Mas parto da ideia que ele não vai jogar. Podolski ontem tinha um problema muscular pequeno, fizemos uma precaução. Vai treinar hoje a tarde, se estiver bem vai jogar", explicou.

Nenhum comentário: