domingo, julho 04, 2010

Funcionários do Fairway, casa da seleção em Johanesburgo, choram após eliminação

http://www3.rpc.com.br/portal/midia_tmp/600--Fairway_Randburg_2.jpg

por ESPN.com.br com agências


Os jogadores da seleção brasileira, ao saírem no dia 30 de junho do The Fairway Hotel, em Johanesburgo, deixaram mais do que saudade. Os cerca de 100 funcionários passaram a ser ardorosos torcedores do time brasileiro na Copa do Mundo.

Na sexta-feira, o hotel parou para que todos pudessem assistir ao jogo Brasil x Holanda. Entusiasmados, enfeitaram a sala de tv com banderinhas, vestiram as camisas amarelas que muitos tinham e se reuniram para incentivar a segunda seleção do coração.

A empolgação traduzida pela euforia no gol de Robinho se transformou em profunda decepção. Ao final, a maioria não conseguiu conter o choro e a tristeza tomou conta do ambiente.

A portuguesa Elena, mãe de Frederico, o auxiliar do chef de cozinha Jaime Maciel, contou o que aconteceu tão logo terminou o jogo.

"Todos estávamos certos de que o Brasil seria campeão. Foi um dia muito triste para toda a gente do hotel", afirmou.

Nenhum comentário: