sexta-feira, julho 02, 2010

Felipe Melo exalta passe de gol: 'Não sou o vilão da Copa'

Felipe Melo e Júlio César erram , e a bola acaba dentro das redes do gols brasileiro
Felipe Melo e Júlio César erram , e a bola acaba dentro das redes do gols brasileiro
Crédito da imagem: Reuters
por Julio Gomes, de Porto Elizabeth (África do Sul), para o ESPN.com.br

Barbosa em 50, Toninho Cerezo em 82, Zico em 86, Ronaldo em 98, Roberto Carlos em 2006. A história das derrotas da seleção brasileira em Copas do Mundo sempre aponta para um vilão. Em 2010, sem dúvida, o nome é Felipe Melo.

O volante não havia perdido um jogo sequer no time de Dunga. Eram 19 vitórias e 2 empates em 21 partidas com a camisa da seleção. Nesta sexta, fez um gol contra no empate da Holanda e depois foi expulso por pisar em Robben.

"Sem dúvida, não. Não sou vilão da Copa de 2010. Se pegar o histórico todo... contra Coreia, quem começou a jogada do primeiro gol foi Felipe Melo. Contra a Costa do Marfim, Felipe Melo. Hoje no gol do Robinho, foi Felipe Melo."

"É minha primeira derrota, muito dolorosa. Foi uma falha coletiva e tomamos os dois gols. O Brasil não tomou um gol porque o Felipe Melo foi expulso", reclamou.

"Eu sei da responsabilidade, tenho a humildade de assumir meu erro. É minha primeira derrota, realmente dolorosa. Mas tenho minha vida a seguir. Assim como milhões, estou muito triste, mas infelizmente aconteceu. Jamais a seleção vai ter um grupo como esse, tão unido, tão amigo. Agora é continuar de cabeça erguida."

Felipe Melo elogiou Robben, o holandês que irritou os jogadores da seleção por cair demais no campo. Mas considerou injusto o cartão vermelho visto no segundo tempo.

"O Robben é um excelente jogador, muito rápido. Duas ou três vezes eu estava esperando ele vir pelo meio e acabou passando. Em nenhum momento entrei pra quebrar a perna dele. O árbitro achou, tem que respeitar. Mas não sei se foi para cartão vermelho. Se eu vir na televisão e falar que foi pra cartão vermelho, tudo bem. Foi menos dura do que a entrada que o Pepe deu em mim e me tirou de um jogo."

Nenhum comentário: