quarta-feira, julho 28, 2010

À espera do sinal verde Bruno Meneghel e César Prates só dependem do "ok" de Gallo

Helder Tavares/DP/D.A Press
Atacante Bruno Meneghel, lesionado desde a intertemporada, pode voltar contra Paraná

Recuperados de lesão, os atletas podem reforçar o Timbu diante do Paraná. Evando voltou a treinar com bola. Wescley, com uma contratura, está praticamente afastado

Rodolfo Bourbon - Diario de Pernambuco


Primeiro, o aval dos médicos. Depois, a liberação do departamento físico. Agora, resta o sinal positivo do treinador Alexandre Gallo para o atacante Bruno Meneghel e o lateral-direito César Prates voltarem a campo - próximo sábado, diante do Paraná. Prates, após duas rodadas de "molho"; Meneghel, desde a intertemporada.


A volta do lateral-direito é tida como certa, haja vista o fato de o setor ter sido ocupado, de forma improvisada, pelo volante Márcio Tinga. O retorno de Meneghel, em contrapartida, é incerto, devido ao rendimento eficaz do trio composto por Giovanni, Cristiano e Geílson.


Perguntado se merecia retomar a titularidade, o atacante respondeu "sim". Acrescentou ter sido o artilheiro do time antes da parada para a Copa do Mundo. Mas evitou criar atritos. "A equipe está jogando bem. Vou treinar firme para retomar a posição. É bom deixar a dúvida para o treinador. O que Gallo decidir, iremos aceitar de maneira natural", garantiu Meneghel.


Recuperações - Quem voltou a realizar trabalhos com bola foi o atacante Evando, depois de ser submetido a artroscopia no joelho direito. O atleta tem chances mínimas de disputar a partida contra o Paraná. O jogador participou do coletivo promovido para quem não atuou durante os 90 minutos do jogo frente ao Bahia ou sequer entrou em campo.


Quem se recupera de lesão, mas está praticamente vetado do próximo duelo, é o zagueiro Wescley. O atleta está com uma contratura na coxa direita. Walter, companheiro de defesa, está suspenso. O defensor Vinícius está gripado, mas está garantido para a partida. Os desfalques abrem vaga para a entrada de Diego Bispo.


Nenhum comentário: