quinta-feira, julho 08, 2010

E agora, Cerezo?









Sport passeia e ganha coletivo por 4 x 0. Só que o time de juniores foi o vencedor, e o principal, o vencido.

Os problemas de gol no Sport parecem ter acabado. Pelo menos foi isso que mostrou a equipe no coletivo de ontem, realizado no Centro de Treinamento do Leão, em Paratibe. O time venceu por 4x0, com dois gols do lateral-esquerdo Renê, um do lateral-direito Tutti e um do atacante Davson. Não conhece nenhum desses atletas? Eles fazem parte do time de juniores comandado por Roberto Coração de Leão. Isso mesmo: o time de juniores goleou a equipe profissional do Sport. Será que Toninho Cerezo encontrou 'a mina' para reforçar o elenco principal?


Técnico rubro-negro pode buscar reforços na base para a equipe titular, que demonstrou algumas carências Foto: Edvaldo Rodrigues/DP/D.A/Press
Se o comandante rubro-negro vai buscar reforços nas categorias de base ainda não se sabe, mas ficou evidente que o Sport precisa melhorar muito se quiser conquistar o acesso para a Série A. Nem as duas semanas da intertemporada foram capazes de potencializar o rendimento da equipe, que continua batendo cabeça no sistema defensivo, sem criatividade no meio de campo e nem o mínimo de aproveitamento no ataque.

Apesar do futebol apresentado no coletivo, os rubro-negros ainda acreditam que a equipe estará pronta na partida e vota da Série B, terça-feira, às 19h30, contra o Ipatinga, em Minas Gerais. "Estamos treinando muito forte nesses dias e a tendência é que a gente consiga melhorar de rendimento. Queremos retornar com a vitória para melhorar nossa colocação e iniciar uma arrancada", afirmou o zagueiro Marcel, que está cotado para substituir Igor, suspenso.

Para tentar mudar a situação, o treinador já solicitou à diretoria a contratação de reforços. Até agora ninguém foi contratado e nenhuma negociação concreta está em andamento. As únicas novidades no elenco são os retornos dos atacantes Nadson e Leandrão, que pouco acrescentaram no coletivo de ontem, e do meia Eduardo Ramos, recuperado da virose.

Ausências - Quem não apareceu no CT ontem pela manhã foi o atacante Ciro e o lateral-direito Renato. Os dois foram liberados para resolver assuntos pessoais. Wilson e Germano permaneceram na Ilha do Retiro em tratamento no departamento médico. A expectativa é que Ciro, Renato e Germano retornem aos trabalhos nesta quinta-feira pela manhã, quando o Leão treinará novamente no Centro de Treinamento de Paratibe. Wilson ainda não tem data para retornar.

A prova das carências leoninas foi o treino de ontem. A defesa bateu cabeça e terminou permitindo os gols adversários. Igor, Marcel, André Leone e César. Ninguém conseguiu parar o ataque adversário.

No meio, os mesmos erros apresentados nas primeiras sete partidas da Série B. Nenhuma jogada mais trabalhada, falta de movimentação e alguns atletas escondidos atrás da marcação. Toninho Cerezo reclamou muito da postura do time, fez várias mudanças, gritou para pedir mais empenho e movimentação, mas parecia que ninguém estava escutando.

No ataque, a ausência de Ciro, liberado para resolver assuntos pessoais, voltou a ser um problema. Leandrão, Nadson, Dairo e Pedro Júnior não conseguiram criar um lance de perigo e terminaram em branco.

O técnico Toninho Cerezo realizou um treinamento coletivo na manhã desta quarta-feira (7), no CT José Médicis, em Paratibe. A movimentação foi contra a equipe de juniores do Sport, comandada por Roberto Coração de Leão.


Para compor o time, Cerezo não pôde contar com quatro atletas: o meia Eduardo Ramos, que se recupera de uma virose; o volante Germano, com uma tendinite no joelho, além do lateral-direito Renato e do atacante Ciro, que foram liberados pela diretoria para tratar de assuntos particulares.


No primeiro momento do coletivo, Cerezo escalou Magrão; Eduardo Ratinho, César, Marcel e Dutra; Zé Antônio, Mateus, Moisés, Adriano Pimenta e Kássio; Dairo.


Depois de um intervalo, o treinador mudou o esquema do 4-5-1 para o 4-3-3. A formação contou com Magrão; Eduardo Ratinho, Igor, André Leone e Jackson; Tobi, Levi e Adriano Pimenta; Pedro Júnior, Nadson e Leandrão.


Nenhum comentário: