quinta-feira, julho 22, 2010

Caso Zahia coloca Ribéry também na mira da justiça alemã

http://www.top-footballer.com/wp-content/uploads/2009/07/franck-ribery-soccerplayer.jpg

por ESPN.com.br com Agência EFE


O meia-atacante francês Franck Ribéry, jogador do Bayern de Munique, poderá ser investigado também na Alemanha com a acusação de ter mantido relações sexuais com uma garota de programa menor de idade, assim como já acontece em seu país natal.

Fontes da promotoria de Munique confirmaram hoje que estão analisando a possibilidade, depois que o jornal alemão Augsburger Allgemeine divulgou que a justiça do país abriu "diligências prévias" nesse sentido. As investigações são fundamentadas em uma viagem que Ribéry teria pagado para que a garota em questão, conhecida como Zahia, o visitasse na Alemanha.

Ainda segundo a publicação, ambos teriam mantido um encontro em um hotel de Munique, sendo ela ainda menor de idade, o que poderia acarretar em problemas com a justiça do país onde vive, o que já acontece com o próprio meia e com seu compatriota, o atacante Karim Benzema, na França.

O presidente do Bayern de Munique, Karl-Heinz Rummenigge, expressou hoje sua preocupação pelo desenvolvimento do processo contra o atleta, a quem considera um "bode expiatório" pelo fracasso de sua seleção na Copa do Mundo da África do Sul.

"Acho que há uma história política após os maus resultados da seleção francesa. Estão transformando-o no bode expiatório. Ficamos muito preocupados com a forma como acabará o processo", afirmou Rummenigge, em declarações publicadas hoje pelo jornal alemão Bild.

O periódico lembra não só o papel ruim da seleção da França, mas também os escândalos derivados dos insultos de Anelka ao então técnico da equipe, Raymond Domenech, a greve dos jogadores e a intervenção de políticos, incluindo o presidente Nicolas Sarkozy, que defendeu apenas o atacante Thierry Henry.

Ribéry e Benzema foram acusados esta semana por um juiz de instrução francês por ter solicitado a contratação dos serviços de Zahia. Benzema, de 22 anos, e Ribéry, de 27, assim como o cunhado do jogador do Bayern de Munique, de 21, foram libertados após conhecerem sua condição de acusados e não se encontram sob controle judicial.

Os jogadores foram interrogados durante horas na última terça-feira como suspeitos de contratarem os serviços da garota de programa quando ela ainda não tinha completado 18 anos, embora a própria Zahia tenha declarado à Polícia que os atletas desconheciam sua idade.

Nenhum comentário: