quarta-feira, junho 30, 2010

Thomas Müller relembra primeiro encontro com Maradona: 'Ele achou que eu era um gandula'

Müller lembra encontro com 'El Pibe': 'Achou que era gandula'

por Thiago Arantes, de Erasmia (África do Sul), para o ESPN.com.br


O meio-campista Thomas Müller, um dos destaques da renovada seleção alemã, está ansioso para reencontrar Diego Maradona, técnico da Argentina, rival das quartas de final da Copa do Mundo no sábado, na Cidade do Cabo.

A ansiedade de Müller se justifica com uma história curiosa. Em março deste ano, durante amistoso entre as duas seleções, ele dava seus primeiros passos na equipe alemã, e foi confundido pelo treinador.

"Na zona de entrevistas depois do jogo, ele achou que eu era um gandula que queria pedir autógrafo. Não me tratou mal, mas também não me reconheceu como jogador", contou Müller diante de uma plateia de jornalistas que explodiu em risadas.

Sobre o Maradona jogador, o jovem meia não pôde falar muito: "Era muito jovem, não o vi em ação. Mas assisti a um jogo de despedida do Matthaus, mesmo fora de forma ele me impressionou pela forma como batia na bola."

De "gandula", Müller passou a ser uma das apostas do técnico Joachim Löw. Nas oitavas de final, contra a Inglaterra, ele marcou dois gols e foi eleito o melhor jogador da partida na goleada por 4 a 1.

Um comentário:

Letícia m. disse...

Goleada linda 4 x 0 encima da argentina. Tchau ARGENTINA, seu jejum ainda está de pé ! Tchau Maradona, porque a profissão de Gandula serve para você !!