domingo, junho 27, 2010

Pressionado, Capello afirma que não pensa em pedir demissão

por Thiago Arantes, de Johanesburgo (África do Sul), para o ESPN.com.br


A entrevista coletiva do técnico Fabio capello após a derrota por 4 a 1 para a Alemanha foi marcada por uma constrangedora sequência de perguntas semelhantes. Todos os jornalistas ingleses queriam saber se o treinador continuará ou não à frente da equipe.

"Tenho tempo para decidir. Não estou pensando em sair, mas vou falar com o presidente (da federação). Tenho que esperar", disse Capello, que foi contestado por um repórter.

"Por que você precisa falar com o presidente?", perguntou o jornalista. "Para saber se ele ainda confia em mim", respondeu capello. A tréplica do jornalista: "E por que ele não confiaria em você?" Capello ficou em silêncio por três segundos, antes de responder, em voz baixa. "Temos que esperar."

Em junho deste ano, a federação inglesa renovou o contrato de Capello com a seleção até julho de 2012, depois da edição da Eurocopa que será disputada na Ucrânia e na Polônia.

Nenhum comentário: