segunda-feira, junho 28, 2010

Organizadores revelam preocupação com baixo público em Porto Elizabeth

por ESPN.com.br com Agência AFP


A baixa média de público na partida entre Uruguai e Coreia do Sul, no último sábado, pelas oitavas de final da Copa do Mundo, vem causando preocupação nos organizadores do Mundial e responsáveis pela sede de Porto Elizabeth.

Segundo dados oficiais, 30.597 mil torcedores estiveram presentes, no menor público das seis partidas do Mundial realizadas no estádio, que custou US$ 270 milhões (R$ 480 milhões).

O jogo de estreia da Coreia do Sul, também foi realizada em Porto Elizabeth, e teve apenas 31.513 torcedores. O maior público do estádio, que tem capacidade para até 48 mil pessoas, aconteceu na partida entre Alemanha na derrota para a Sérvia por 1 a 0 - 38.294 torcedores.

De acordo com a Fifa, 5 mil ingressos para o jogo do último sábado não foram vendidos, enquanto outros 1,5 mil torcedores que compraram bilhetes não compareceram ao estádio.

A esperança dos organizadores é que o Nelson Mandela Bay receba bom público nas quartas de final, na partida que pode envolver seleções com maior apelo popular, como Brasil e Holanda. Esta será a a sétima partida da Copa do estádio. Depois, a cidade receberá apenas a decisão do terceiro lugar.

"É uma pena que os times (que jogaram na cidade) não são populares localmente", disse o diretor municipal pela Copa do Mundo, Errol Heynes, em entrevista ao jornal britânico The Herald.

"Esta Copa do Mundo deve servir de catalisador para que a comunidade internacional veja oque Bay pode oferecer, a fim de obter um fluxo de visitantes", completou Heynes.

Nenhum comentário: