terça-feira, junho 08, 2010

Espanha desencanta, goleia a Polônia e ganha moral para Copa


Fábregas retornou aos gramados com um gol
Crédito da imagem: Reuters

Redação Central, 8 jun (EFE).- Depois de passar dificuldades para vencer a Arábia Saudita por 3 a 2 e a Coreia do Sul por 1 a 0, a Espanha finalmente mostrou o futebol que a coloca como uma das favoritas para a Copa do Mundo da África do Sul, goleando a Polônia nesta terça-feira, 6 a 0, em amistoso disputado em Murcia.


Apesar de invicta no ano, essa foi a primeira vez que o time de Vicente Del Bosque conseguiu golear. E, para animar ainda mais, quem assistiu à partida no estádio Nueva Condomina presenciou a volta do atacante Fernando Torres aos gramados. O atleta do Liverpool não entrava em campo desde abril.

No entanto, o jogo contra os poloneses não foi apenas de boas notícias para a Espanha. Aos 39 minutos do primeiro tempo, Iniesta deixou o gramado com dores musculares e deu lugar ao jovem atacante Pedro. O meia do Barcelona, que sentiu a lesão em lance isolado, passará amanhã por exames.


Agora, Del Bosque e os jogadores têm exatamente uma semana até a estreia no grupo H da Copa, contra a Suíça. Depois, ainda enfrentarão Honduras e Chile.


A Polônia entrou para a partida com o pé no freio, com a clara intenção de não prejudicar a preparação espanhola, e acabou sofrendo uma goleada, que começou a ser construída aos 11 minutos do primeiro tempo. Iniesta cruzou da esquerda e, de carrinho, David Villa completou.


Aos 13, Iniesta fez novamente a jogada e passou para Xavi, que deu um toque rápido e deixou David Silva na cara do gol. Com o goleiro polonês Kuszczak batido, o atacante do Valencia apenas tocou para o gol aberto.


O domínio espanhol continuou amplo, mas o terceiro gol saiu apenas aos seis minutos do segundo tempo, quando, em cobrança de falta ensaiada, Pedro rolou para Xabi Alonso, que chutou rasteiro. A bola desviou no meio do caminho e morreu no canto da meta polonesa.


Sete minutos depois, o lateral-direito Sergio Ramos fez lançamento rasteiro e encontrou Fábregas, que aproveitou e chutou no canto.


Aos 20 minutos, o tão esperado momento para a 'Fúria'. Fernando Torres substituiu David Villa, para delírio dos torcedores em Murcia.


Apesar de estar claramente sem ritmo de jogo, o atacante do Liverpool precisou de apenas dez minutos para mostrar que é importante para a seleção da Espanha. Pedro foi lançado por Fábregas, entrou na área com velocidade e rolou para Torres chutar de chapa e anotar o 5 a 0.


Aos 35, foi a ver de Pedro deixar o dele e dar números finais à partida. Torres chutou, o goleiro polonês rebateu e a jovem promessa do Barça ficou com a sobra. Com Kuszczak caído, ele tocou por cobertura e marcou.

.

Ficha técnica:.

Espanha: Iker Casillas; Arbeloa (Sergio Ramos), Puyol (Marchena), Pique e Capdevila; Busquets, Xabi Alonso, Xavi (Fábregas), Iniesta (Pedro) e David Silva (Navas); Villa (Torres).


Polônia: Kuszczak, Wojtkowiak, Zewlakow, Glik (Sadlok) e Dudka; Blaszcykowski (Cetnarski), Murawski, Miezejewski (Matuszczyk), Nowak (Rybus) e Peszko (Jodkowiwz); Lewandowski (Sobiech).


Árbitro: Michael Koukoulakis (Grécia), auxiliado por seus compatriotas Dimitrios Bozatzidis e Dimitrios Gagas.


EFE

Nenhum comentário: