domingo, junho 20, 2010

Eriksson: 'Ficaria muito feliz se o Dunga resolvesse poupar o Kaká'


por ESPN.com.br


A um dia do confronto com o Brasil, o técnico da Costa do Marfim, Sven Goran Eriksson, contou qual a melhor notícia que gostaria de receber de seu rival Dunga, de quem foi treinador na Fiorentina e classificou como "grande jogador e pessoa" e lembrou que, desde aquela época, "já entendia tudo sobre futebol".


"Ficaria muito feliz se o Dunga resolvesse poupar o Kaká amanhã (risos). O Brasil tem jogadores altos, bons cabeceadores. Temos que nos preparar para defender esse tipo de jogada também", afirmou o sueco em entrevista coletiva neste sábado.


Sobre a partida, Eriksson foi direto. "Um empate amanhã (domingo) não seria um resultado ruim, pois vamos enfrentar o número 1 do mundo. Faremos de tudo para vencer, o que seria fantástico", ponderou o treinador.


Além disso, o técnico do time marfinense fez questão de exaltar que o clima no grupo da Costa do Marfim é o melhor possível. "Dirigir essa seleção é algo maravilhoso, trabalho feliz todos os dias. Temos um grupo de jogadores fantásticos, que se dedicam e me escutam o tempo todo. Trabalham duro. Merecem o melhor, sempre. É o grupo mais feliz que eu já comandei na vida", decretou.


A felicidade de Eriksson é tanta que ele negou até mesmo a vontade de treinar qualquer outra seleção, como o México, onde trabalhou antes do atual treinador Javier Aguirre. "Não sei. O México está muito bem, faz campanha excelente na Copa. Jogou uma partida excelente diante da França. Quem sabe nos encontramos mais para frente nesta competição. Eu estou muito bem com a Costa do Marfim", completou.

Nenhum comentário: