quarta-feira, junho 16, 2010

Empatados, França e México jogam para colocar 'um pé' nas oitavas da Copa

Domenech confia em Henry para poder ficar perto da vaga nas oitavas da Copa
Domenech confia em Henry para poder ficar perto da vaga nas oitavas da Copa
Crédito da imagem: Reuters


por ESPN.com.br

A vitória do Uruguai sobre a África do Sul na abertura da segunda rodada colocou ainda mais pressão em França e México, que vão a campo na quinta-feira, às 11h (de Brasília), em Rustemburgo. Tudo porque um resultado positivo nesta partida pode deixar o vencedor com 'um pé' nas oitavas de final da Copa do Mundo. Um novo empate, porém, pode interromper precocemente a caminhada de ambos no Mundial.


As duas seleções têm um longo histórico de confrontos e fizeram inclusive o primeiro jogo da história das Copas, em 1930, no Uruguai, com vitória francesa por 4 a 1. O retrospecto do duelo, entretanto, favorece a França, que, em seis partidas, venceu cinco e empatou uma, não tendo perdido nenhuma vez na história para os mexicanos.


Do lado francês, o técnico Raymond Domenech garante que seus jogadores estão preparados para enfrentar qualquer tipo de situação a fim de tentar manter o tabu e ficar perto da classificação, situação que deixaria o contestado selecionado em situação mais tranquilo.


"Nós empatamos na estreia, que sempre é muito nervosa, e contra um time como o Uruguai, que é bicampeão mundial. Portanto, não entendo a existência desse desespero em relação às nossas chances. Reconheço que estamos em um grupo muito equilibrado e complicado, com a vitória na estreia tendo sido um resultado procurado ao longo dos 90 minutos", analisou o comandante, que ainda frisou que a "necessidade de ganhar não pode ser confundida com afobação e muito menos com desorganização tática".


Para a partida, Domenech poderá contar com o zagueiro Gallas, que sentia dores musculares na coxa direita e era dúvida, mas foi liberado pelo departamento médico. Já o atacante Henry pode ganhar a vaga entre os titulares, o que barraria Govou e recuaria Ribéry para o meio-campo.

http://contenti1.espn.com.br/foto/grande/0_02289903-321a-36c9-9d8f-92b452815d28.jpg

No México, o discurso é parecido. Para o volante Torrado, capitão da equipe, este é o momento de buscar a tão desejada classificação. "Sabemos que vamos colocar a nossa classificação em jogo nesta partida contra a França e por isso não podemos vacilar. Os franceses estão sendo muito cobrados, mas nós também queremos muito a vaga nas oitavas de final e por isso mesmo vamos tentar tirar o máximo proveito de qualquer nervosismo de nosso rival", lembrou.


Para dominar a partida, o México confia na posse de bola. O próprio Torrado é especialista nos desarmes e tem ao seu lado jogadores como Paúl Aguilar, que sabem segurar a bola e colocá-la na zona de perigo nos pés de Carlos Vela, Giovanni dos Santos e Guillermo Franco.


Vela, aliás, acredita que a vitória sobre a campeã mundial de 1998 é possível. “Tendo visto a partida entre França x Uruguai, acredito que o México tem uma grande chance de avançar. Realmente quero mostrar que somos a ‘geração de ouro’ do futebol mexicano”, declarou o jogador de apenas 21 anos. "As pessoas podem dizer que ainda não vingamos, mas estou convencido de que temos o que é preciso para vencer. Estamos cheios de vontade de fazer história. Homem por homem, temos uma equipe muito boa", encerrou.


FICHA TÉCNICA
FRANÇA X MÉXICO


Local: Estádio Peter Mokaba, em Polokwane (África do Sul)
Data: 17 de junho de 2010 (quinta-feira)
Horário: 15h30 (de Brasília)
Árbitro: Khalil al-Ghamdi (Arábia Saudita)
Assistentes: Hassan Kamranifar (Irã) e Saleh al-Marzouqi (Emirados Árabes Unidos)


FRANÇA: Lloris; Sagna, Gallas, Abidal e Evra; Gourcuff, Toulalan, Diaby e Ribéry; Govou (Henry) e Anelka
Técnico: Raymond Domenech


MÉXICO: Óscar Pérez, Rafael Márquez, Francisco Rodríguez e Osorio; Salcido, Juárez, Aguilar, Torrado e Gio Dos Santos; Vela e Franco
Técnico: Javier Aguirre

Nenhum comentário: