domingo, junho 20, 2010

Com dois gols e fim do jejum, Luis Fabiano é eleito o melhor em campo


por ESPN.com.br

Mais do que quebrar um jejum de seis partidas sem marcar (desde a vitória sobre a Argentina, em setembro de 2009, pelas Eliminatórias), os dois marcados na vitória por 3 a 1 do Brasil sobre a Costa do Marfim renderam ao atacante Luís Fabiano o prêmio de melhor em campo na partida, segundo anunciou a Fifa após a partida.


Sobre o fim do jejum, Luís Fabiano se mostrou bastante aliviado. "Graças a Deus saíram os gols. Estou treinando, estava tentando e o gol não queria sair. Mas eu sabia que ia sair na hora certa. Todo mundo está de parabéns. Quando sai, sai de monte", comentou, mantendo o discurso que vinha tendo nas recentes entrevistas coletivas.

Já sobre os toques de mão dados durante os 'chapéus' que antecederam o segundo gol, o atacante minimizou e citou a famosa definição de Diego Armando Maradona, que marcou gol com semelhante irregularidade na Copa do Mundo de 1986. "Foi uma mão involuntária, uma mão santa, uma mão de Deus", afirmou, rindo.


Brincadeiras à parte, o atacante não esqueceu de agradecer a confiança recebida do treinador Dunga. "Com certeza acho que a confiança do treinador é fundamental. O Dunga sempre me deixou tranqüilo. Ele sabia que eu vinha treinando bem. Não cheguei aqui com 100%, mas me recuperei", declarou Luís Fabiano, que prefere ainda não falar em artilharia, embora já tenha dois gols 'na conta'. "Eu não sei, mas vou continuar brigando", finalizou.


Luís Fabiano marcou duas vezes e foi eleito o melhor em campo pela Fifa

Luís Fabiano marcou duas vezes e foi eleito o melhor em campo pela Fifa
Crédito da imagem: Reuters


Eficiência fabulosa - Os números do jogador no encontro, aliás, impressionam. O ex-atacante de Ponte Preta e São Paulo deu apenas dois chutes a gol, mas teve 100% de aproveitamento no fundamento. Além disso, acertou 15 dos 22 passes efetuados durante a partida.


Além da eficiência, Luís Fabiano também demonstrou beleza nos gols. No primeiro, aos 25 minutos do primeiro tempo, Robinho tocou para Luís Fabiano, que, de calcanhar, encontrou Kaká. O meia do Real Madrid devolveu a bola para o atacante, que acertou um chute forte e abriu o placar para o Brasil na partida.


No segundo, aos cinco minutos da etapa final, Luís Fabiano fez bela jogada individual, deu dois chapéus na zaga marfinense e matou a bola antes de chutar para ampliar o marcador para o time brasileiro. No fim, Elano fez mais um e, com o desconto de Drogba, o Brasil venceu por 3 a 1.

Nenhum comentário: