quarta-feira, junho 16, 2010

Chile acaba com jejum e estreia com vitória diante de Honduras

http://contenti1.espn.com.br/foto/grande/0_284de8ae-a581-3783-9ea9-d02fa3d02b21.jpg
Jogadores chilenos comemoram primeira vitória em Copa do Mundo após 48 anos
Crédito da imagem AFP

por ESPN.com.br


A seleção do Chile conquistou um bom resultado nesta quarta-feira em sua partida de estreia da Copa do Mundo do África do Sul. Segundo colocada nas Eliminatórias Sul-Americanas, os chilenos venceram Honduras por 1 a 0, acabando com um jejum de 48 anos na competição.


Ao todo, foram 13 partidas em Mundiais sem vencer. O último triunfo aconteceu apenas em 1962, em casa, contra Iugoslávia. Em 1998, os chilenos conseguiram até a classificação para as oitvas de final, com três empates.


No jogo desta quarta-feira, os chilenos aproveitaram a qualidade de seus jogadores de ataque, principalmente com Valdívia, Alexis Sanchez e Matias Fernández na armação. Com amplo domínio da posse de bola, procuraram o gol a todo momento e aproveitaram o oportunismo do atacante Beausejour para largar na frente do Grupo H do Mundial, o mesmo da Espanha. Quem se classificar desta chave pode pegar o Brasil logo nas oitavas de final.


Jogadores chilenos comemoram gol da vitória sobre Honduras
Jogadores chilenos comemoram gol da vitória sobre Honduras
Crédito da imagem: AFP
O jogo


O Chile não demorou para impor seu futebol diante dos hondurenhos. Logo no primeiro minuto de jogo, Matias Fernández bateu falta de longe, assustando o goleiro Valladares. Aos 8, foi a vez de Arturo Vidal arriscar de longe, Valladares não agarrou na primeira, mas se recuperou a tempo de evitar maiores problemas.


A seleção de Honduras conseguiu chegar ao ataque somente aos 13 minutos. Espinoza teve liberdade para bater de fora de área, mas a zaga chilena interceptou para escanteio.


Sem maiores riscos com o ataque hondurenho, os chilenos mantiveram o controle das principais ações ofensivas. Aos 24, Vidal desviou de cabeça uma cobrança de escanteio dentro da área, mas longe da meta adversária.


O gol veio aos 34 minutos da primeira etapa. Após boa jogada de Matias Fernandez e cruzamento de Isla pela direita, Bausejour ganhou a disputa com o zagueiro Mendoza e abriu o placar para os chilenos.


Na sequência, Alexis Sanchez teve a chance de ampliar. O atacante chileno conseguiu liberdade pela ponta direita ataque, mas chutou em cima de Figueroa. No lance, os sul-americanos ainda pediram toque de mão do hondurenho.


No fim da primeira etapa, Honduras ainda teve sua melhor chance da partida em cobrança de falta de Nunez, mas o goleiro Claudio Bravo espalmou para escanteio.



No segundo tempo, Honduras ainda tentou sair mais para o jogo, mas tropeçou na falta de qualidade do meio de campo. Com velocidade, Alvarez pediu de falta na entrada da área chilena, porém o árbitro não atendeu a reclamação.


Depois do susto, o Chile voltou a controlar a partida. Aos 8 minutos, Sanchez cruzou para área, mas após bola rebatida, Isla sobrou livre, mas impedido.


Matias Fernandez também levou perigo na bola parada. Após duas cobranças sem maiores problemas, o chileno colocou na cabeça de Vidal, e Ponce, também de cabeça, desviou para gol. Mas o goleiro Valladares defendeu à queima roupa.


Aos 29, Matias Fernandez arriscou de longe. No rebote, Sanchez desviou de cabeça e Valdívia completou para o gol, mas a arbitragem marcou o impedimento.


Após substituições e a saída de Valdívia, o Chile não conseguiu chegar ao gol hondurenho com tanto perigo, mas controlou a partida o suficiente para segurar o resultado. Já Honduras não teve capacidade para buscar o empate.


FICHA TÉCNICA
HONDURAS 0 X 1 CHILE


Local: Mbombela Stadium, em Nelspruit (África do Sul)
Data: 16/06/2010
Horário: 08h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Eddy Maillet (SEI)
Assistentes: Evarist Menkouande (CAM) e Bechir Hassani (TUN)
Público: 32.664 torcedores
Cartões amarelos: Carmona, Fernandez (Chile), Palacios (Honduras)
Gol: Beausejour (Chile), aos 34 minutos do primeiro tempo.


HONDURAS: Valladares; Sergio Mendoza, Osman Chávez, Maynor Figueroa e Izaguirre; Wilson Palácios, Guevara (Thomas), Edgard Álvarez, Ramón Nunez (Martínez) e Roger Espinoza; Carlos Pavón (Welcome). Técnico: Reinaldo Rueda


CHILE: Claudio Bravo; Isla, Gary Medel, Ponce e Vidal (Contreras); Carmona, Millar (Jara), Matias Fernández e Jorge Valdívia (Mark Gonzalez); Alexis Sanchez e Beausejour. Técnico: Marcelo Bielsa

Nenhum comentário: