terça-feira, junho 29, 2010

Blatter adverte França sobre interferências políticas

http://www.chine-informations.com/images/upload2/Joseph%20Blatter.jpg

por ESPN.com.br com Agência EFE


O presidente da Fifa, Joseph Blatter, advertiu a França que, em caso de interferências políticas na resolução da crise da seleção francesa, a entidade "terá que aplicar os estatutos, que contemplam a suspensão".

O presidente da Federação Francesa de Futebol (FFF), Jean-Pierre Escalettes, anunciou ontem sua renúncia após o fracasso dos 'Bleus' na Copa do Mundo da África do Sul em meio a um debate nacional sobre a participação da equipe no qual se envolveram autoridades políticas e inclusive o presidente do país, Nicolas Sarkozy.

Escalettes deveria comparecer amanhã a uma audiência na Assembleia Nacional para explicar o fracasso da França no Mundial. A equipe foi eliminada com apenas um ponto e sofreu um motim de jogadores.

"A política da Fifa sobre interferências políticas não tem a ver com o país em questão. Não queremos interferências políticas. A Federação Francesa deve respeitar as leis de seu país, mas o procedimento deve seguir as normas contempladas nos estatutos da Fifa", disse Blatter.

"A França fez da seleção um assunto de Estado", acrescentou, "mas a resolução do problema deve seguir nas mãos da Federação, que deve deixar claro que a Fifa não vai permitir nenhuma interferência política. Se não houver acordo, será preciso recorrer a uma suspensão", finalizou.

Nenhum comentário: