quarta-feira, junho 02, 2010

Aleluia!!!

Vitória do Leão. Helder Tavares\DP\D.A Press



Atacante Ciro comemora o gol que garantiu a vitória do Sport contra o Paraná, ontem, na Ilha do Retiro, na estreia do treinador Toninho Cerezo.



O placar foi magro, mas suficiente para o Sport conquistar sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro. Impulsionado pela presença do novo treinador, Toninho Cerezo, na área técnica, o Leão parece ter iniciado sua reação na Série B. O resultado de 1 x 0 diante do Paraná Clube, ontem, na Ilha do Retiro, deixou os torcedores leoninos apreensivos até o final do jogo. Mas foi importantíssimo. O Leão chega aos 4 pontos e ocupa a 17ª posição, ainda n a zona de rebaixamento.


Além disso alivia um pouco a pressão e dará mais tranquilidade ao treinador para trabalhar. Apesar de ter feito um gol relâmpago, logo com dois minutos de bola rolando, o final da partida foi de sufoco.



Melhores momentos - Sport 1x0 Paraná - Ilha do Retiro.
A vantagem leonina foi construída ainda no primeiro tempo. O Sport foi avassalador nos cinco minutos iniciais. Tanto que com dois e meio já balançava a rede adversária. Renato fez boa jogada pela direita e deu para Eduardo Ramos, que cruzou na entrada da pequena área. Ciro chegou e chutou forte para abrir o placar. 1 x 0.


Passado o susto do gol relâmpago, o Paraná foi igualando o jogo. Mas a correria rubro-negra acabou levando o adversário a recuar para não dar espaço. Assim, o tricolor paranaense saía para o ataque apenas na boa, nos erros leoninos. Apesar de mostrar ainda vários erros defensivos, principalmente de posicionamento, o Sport conseguia segurar o adversário pelo velocidade que impunha na partida.


Com a bola dominada, o Leão abria boas jogadas utilizando o lado direito com o afoito garoto Renato. Outro destaque foi o volante Germano que se movimentava bastante no meio-campo. Até Eduardo Ramos, que vinha apagadíssimo nos jogos anteriores, chamou um pouco mais a responsabilidade.


Porém, aos 43 minutos, em uma lance despretensioso, quase que o zagueiro César coloca tudo a perder ao cortar uma bola errada. A sobra ficou com o atacante Bocão, que chutou em cima de Magrão. O coração do torcedor foi na boca e voltou.


Pressão - No retorno para a etapa final, o técnico Toninho Cerezo sacou Moisés, queesteve apagado, e colocou Zé Antônio. Porém, o destaque continuou sendo o lateral Renato. Em uma jogada pela direita, aos 4 minutos, chutou forte e obrigou o goleiro Juninho a fazer excelente defesa. Dois minutos depois, a bola foi cruzada na área e Bocão cabeceou raspando a meta de Magrão.


Zé Antônio mostrou a Cerezo que seu lugar é no time titular. Deu outra movimentação ao meio-campo, além de cobrar faltas com muito perigo. O jogo estava aberto. Aos 17 minutos, Marcelo Toscano cabeceou no ângulo e Magrão foi buscar em defesa de pagar ingresso.


A partir daí, a partida passou a se arrastar. O adversário tinha mais volume de jogo, pressionava, mas faltava objetividade nas conclusões. O Sport defendia-se como podia e buscava os contra-ataques. Buscava, enfim, a primeira vitória.


Sport 1

Magrão; Renato, Igor, César e Dutra; Tobi, Moisés (Zé Antônio), Germano (Eduardo Ratinho), e Eduardo Ramos; Dairo (Adriano Pimenta) e Ciro. Técnico: Toninho Cerezo


Paraná 0

Juninho; Alessandro Lopes, Irineu (Diogo) e Luís Henrique; Jefferson, Chicão (Somália), João Paulo, Wanderson (Flavinho) e Gilson; M. Toscano e Leandro Bocão. Técnico: Marcelo Oliveira


Local: Ilha do Retiro. Árbitro: Francisco de Assis Almeida Filho (CE). Assistentes: Armando Lopes de Souza (CE) e Arnaldo Rodrigues de Souza (CE). Gols: Ciro (SPO). Cartões Amarelos: Ciro e Tobi (SPO); Alessandro Lopes, Chicão, Somália, Gilson e Irineu (P). Público: 8.061 (Total). Renda: R$ 67.370,00.

Nenhum comentário: