sexta-feira, maio 14, 2010

Novela Léo tem mais um capítulo


Empresário do atleta confessou que a negociação com o Botafogo está indefinida

“Fechado verbalmente é uma coisa, oficializado é outra, não veio nada de oficial”, afirmou Raimundo Queiroz

O torcedor do Santa Cruz continua impaciente. Segunda-feira, o volante Léo vai ou não se reapresentar ao Santa Cruz? Apesar do atleta estar no Rio de Janeiro, não há nada certo entre o grupo investidor, que pretende pagar a multa contratual e emprestá-lo ao Botafogo, e o Santa Cruz, clube o qual Léo possui contrato até maio de 2012. Ontem, o empresário do volante, Márcio Bittencourt, afirmou que realmente nenhum documento foi enviado ao Arruda para oficializar a transação e o acordo entre as partes permanece indefinido. Como está na Holanda, Bittencourt falou não saber quando o negócio será fechado.

“O Santa Cruz pediu um valor, o grupo investidor deu outro. Negociaram e chegaram a um acerto verbal. Nada foi passado para o papel ainda. O Botafogo e Léo já acertaram as bases salariais”, disse Márcio Bittencourt. Além de Léo, ele trabalha com outros atletas que possuem contrato com o Santa Cruz. O zagueiro Alysson, cujo vínculo se encerra no dia 30 deste mês e deve ser renovado automaticamente, e o volante André Paulino, recuperando-se de uma lesão no joelho, são alguns dos jogadores.

“Fechado verbalmente é uma coisa, oficializado é outra, não veio nada de oficial”, afirmou Raimundo Queiroz. Segundo o diretor de futebol, faltou ética ao Botafogo e houve uma precipitação por parte do atleta em viajar ao Rio de Janeiro e realizar exames médicos em General Severiano. “Ele ainda possui contrato com o Santa Cruz, deveria ter pedido a nossa autorização para os exames médicos e isso não ocorreu”, comentou.

Nesses exames, segundo os dirigentes alvinegros, foi constatada uma lesão grave. Por isso, a equipe da Estrela Solitária queria que o vínculo entre ela e o volante fosse de apenas quatro meses. Por outro lado, o Departamento Médico coral fala que apenas repousando Léo será curado da lesão. Raimundo Queiroz voltou a afirmar que o atleta é aguardado no Arruda no dia 17. Na próxima segunda-feira, 24 jogadores que disputaram o Estadual e a Copa do Brasil, e os novos reforços, iniciarão os trabalhos visando a disputa do Campeonato do Nordeste e da Série D do Brasileiro.

Liberação

O Departamento Jurídico do Santa Cruz negou que 40% da premiação da Copa do Brasil deste ano foi retida pelo Banco Central devido a irregularidades em transações realizadas em 2003. O vice-presidente Jurídico tricolor, Miguel Moura, disse não saber porque existe o processo, mas afirmou que em 2003 o clube recorreu. “Não quero saber do passado, só penso no presente”. O resultado final saiu em 2006. Como os corais só passaram de fase do torneio nesta temporada, a Justiça só pôde reter a verba agora.

Nenhum comentário: