quarta-feira, maio 05, 2010

Jovens sem medo dos desafios


Faro de gol do atacante do Sport será fundamental para o time chegar ao penta

Se Diego Bispo ajudar o Náutico a não levar gol, Timbu será campeão








Apesar da pouca idade, Ciro e Diego Bispo são peças importantes dessa decisão


Essa é a segunda temporada que Ciro aparece como o principal atacante do Sport, despontando como artilheiro da atual edição do Campeonato Pernambucano, com 13 gols. Já do lado alvirrubro, o zagueiro Diego Bispo nunca esteve em tão bom momento, agora titular inquestionável ao lado de Vinícius, depois que Igor e Ediglê passaram pelo setor sem deixar saudades. Os dois jovens travaram uma dura batalha no primeiro confronto entre as duas equipes neste ano - inclusive foram expulsos, após se estranharem em um lance -, e tem novo encontro hoje, na Ilha do Retiro.


Revelados nas categorias de base dos seus respectivos clubes, Ciro e Diego Bispo serão peças fundamentais na decisão de hoje. Se o Náutico aguentar 90 minutos sem sofrer gols, leva a taça. Já o Sport conta com a força do seu jovem matador para reverter o resultado e conquistar o Estadual dentro da Ilha do Retiro. O peso para Ciro é maior por conta de um tabu: o atacante rubro-negro, já reconhecido como carrasco do rival Santa Cruz, ainda não conseguiu balançar as redes diante do Timbu.


O técnico Alexandre Gallo comentou sobre a evolução do seu zagueiro de 21 anos durante o Campeonato Pernambucano. “Diego Bispo está em um momento muito bom, conseguiu se encaixar bem ao lado de Vinícius. É bom ver quando um jogador consegue ganhar a vaga em um momento decisivo da competição, mostrando personalidade apesar da pouca idade”, declarou o treinador alvirrubro.


Sobre as características do seu atleta, Gallo ressaltou a vitalidade de Diego Bispo. “É um jogador de muita força física, ele aprendeu a usar isso da melhor maneira. Tenho certeza que ainda vai evoluir bastante na parte técnica. Temos confiança no seu futebol e vamos trabalhar ao seu lado para isso”.


Ciente de que o confronto de hoje é uma chance de ouro para marcar o seu nome na história do Sport e do futebol pernambucano, Ciro não enxerga situação melhor para conseguir quebrar esse jejum diante do Náutico, já que em quatro ocasiões que enfrentou o Timbu, o jovem rubro-negro nunca balançou as redes adversárias. “Seria perfeito para mim. Marcar meu primeiro gol neste clássico e fazer o Sport campeão seriam dois presentes. Mas em primeiro lugar está o título do Sport e não faço questão de ser o autor do gol do título”, comentou Ciro, para em seguida revelar a análise feita pelos atletas leoninos da derrota sofrida no último domingo. “Vacilamos no primeiro tempo, mas depois fomos encaixando a marcação. Temos que atuar desta vez (hoje), com a mesma atenção na marcação que tivemos no segundo tempo daquele confronto, só que precisaremos sair um pouco mais para o jogo”, finalizou o atacante.

Nenhum comentário: