domingo, maio 09, 2010

SéRIE A2 - Começa a luta por duas vagas na elite

Para este domingo, está marcado o início da Série A2 do Campeonato Pernambucano. Uma competição que está longe de chamar a atenção da maioria dos apaixonados pelo futebol estadual, mas que reúne agremiações tradicionais. Em busca da glória perdida, o América mudou de endereço, novamente, para sonhar com um retorno à elite. Já o Íbis entra na disputa para contrariar a fama de perdedor. Porém, é o debutante Olinda que promete desbancar a tradição e surpreender. Esses são os principais atrativos do certame, que, por outro lado, não terá uma final para decidir o grande campeão, como ocorreu na Primeira Divisão.

A Série A2 estava prevista para contar com a participação de 14 equipes. Mas o Flamengo de Arcoverde, cidade do Sertão, descumpriu o artigo 26 do regulamento, referente à inscrição dos atletas na Federação Pernambucana de Futebol (FPF), e acabou excluído do campeonato, que está dividido em duas fases. Na primeira delas, os times se enfrentam em turno único para definir os oito melhores.


Na sequência, as agremiações se dividem em dois grupos de quatro. O primeiro colocado de cada chave é que conquistará o direito de subir de divisão. Entretanto, esses dois times não se enfrentarão em uma grande final. O regulamento prevê que o campeão será a equipe com maior número de pontos somados nas duas fases. “Isso foi feito dentro do critério de modernização, já que o interesse maior é subir de divisão e não ser campeão, e de diminuição de custos”, afirmou o vice-presidente da FPF, José Joaquim de Azevedo.

Neste ano, o América, detentor de seis títulos da elite estadual (1918, 1919, 1921, 1922, 1927 e 1944), mandará os jogos no estádio Ademir Cunha, em Paulista. Entretanto, o local se encontra sob avaliação do Ministério Público. Dessa maneira, a partida de estreia diante do Decisão/Chã Grande foi adiada, e a nova data não foi divulgada.

O Íbis também sonha em voltar à elite, mas esbarra no orçamento baixo. Os jogadores recebem apenas uma ajuda de custo. “O time está muito unido e é competitivo. Vai subir quem errar menos”, afirmou o presidente Ozir Júnior, que aposta nos meias Baiano e Genílson, irmão do volante do Arsenal, Denílson, além do atacante Choco. Comandado por Jair Andrade, a equipe estreia contra o Centro Limoeirense, no Ferreira Lima, às 15h15.

Já o Olinda aposta na juventude para entrar forte na disputa. O clube tem como presidente o prefeito do município, Renildo Calheiros, e como treinador o experiente Nereu Pinheiro. “Acho que o Olinda vai ser a zebra. Temos um elenco muito jovem e ainda não tenho uma espinha dorsal experiente. O único é Mário, um zagueiro que tem mais de 30 anos e vem do futebol alagoano”, avaliou o técnico. A equipe debuta fora de casa, diante do Belo Jardim, no Sesc/Mendonção, às 15h15.


Outros jogos

No estádio Paulo Coelho, nos seus domínios, o Petrolina enfrenta o Barreiros, às 15h15. Um pouco mais tarde, às 16h, o Ferroviário do Cabo encara o Carpinense, no estádio Gileno de Carli, no Cabo de Santo Agostinho, e o Timbaúba duela com o Pesqueira, no Ferreira Lima.

Um comentário:

... disse...

olá caro nereu, observi o volante do ferroviario junior dunga, e o atacante brazilha com estes jogadores o olindense menhora muito na pegada e nos gools, e mas o goleiro elton. são os destaque do ferroviario.