segunda-feira, maio 03, 2010

Derrota não abalou os leoninos

Os rubro-negros deixaram o jogo de ontem com a ciência de que poderia ter sido pior, muito pior. Por isso, ao final do clássico, mesmo com a derrota por 3x2, o clima era de confiança por parte dos jogadores e da comissão técnica para a partida de volta, quarta-feira, na Ilha do Retiro. Os dois gols marcados, que tiraram quase toda a vantagem do Náutico, e a reação na etapa final serviram como incentivo para os leões buscarem o título, que pareceu estar tão longe e acabou bem perto. "Entramos em campo depois do terceiro gol do Náutico. Pelo que apresentamos no segundo tempo, vamos fortalecidos para o jogo de quarta-feira", disse o volante Daniel Paulista.

Na partida decisiva, porém, o Sport terá problemas com relação à equipe. De uma vez só, o Leão perdeu duas de suas principais peças: o meia Eduardo Ramos, cérebro do time, expulso no primeiro tempo, e o lateral-esquerdo Dutra, que age como válvula de escape pela ala, que levou o terceiro (e contestado) cartão amarelo. "É um grande problema. Não há como negar que vai fazer falta, mas nós temos opções", contemporizou o técnico Givanildo Oliveira. Para o meio-campo, ele pode usar Ricardinho, que entrou ontem no segundo tempo, ou Isael, como chegou a cogitar. Para a lateral, André Luiz é a opção.

Sobre o jogo de ontem, Givanildo também comemorou a reação da equipe no segundo tempo, o que permite ao Leão chegar em situação melhor no jogo decisivo do título, quarta-feira. "Gol fora vale muito. Agora a gente só depende de uma vitória simples em casa, um 1x0 ou 2x1. Reagimos na hora e voltamos a ter chances de ser campeão", contou o treinador rubro-negro, discordando do comandante alvirrubro Alexandre Gallo, que afirmou que o Sport achou os dois gol e não criou nada. "Tivemos a oportunidade até de empatar a partida. Se marcamos, foi por mérito nosso. Mas futebol é assim mesmo, cada um vê de uma maneira diferente. Eu vi assim", completou.

CONTRATAÇÃO

O Sport anunciou ontem a contratação do experiente zagueiro Marcel, de 31 anos, que estava no Santo André, vice-campeão paulista. Ele chega ao Recife na tarde de hoje.

Nenhum comentário: