segunda-feira, maio 10, 2010

Com dois gols, Brasinha rouba a cena


Atacante (E) “herdou” apelido do famoso Brasão dos companheiros de time
Dois belos gols pelo Ferroviário serviram como cartão de visita para o Carpinense, ontem, no Estádio Gileno de Carli. O autor vestia a camisa nove, tinha um jeitão de centroavante e era bom de conversa. Qualquer semelhança com o atacante do Santa Cruz, Brasão, não é mera coincidência. Até o apelido é derivado do atleta tricolor. E foi assim, inspirado no jogador da Cobra Coral, que o “incrível” Brasinha roubou a cena e saiu como um dos destaques da rodada de abertura da Série A2 do Campeonato Pernambucano.


“Isso foi uma brincadeira dos meus companheiros no começo da temporada. Brasão estava no auge no Santa Cruz, e eu estava me destacando nos treinos. Então, eles começaram a me chamar de Brasinha”, disse o atacante do Ferroviário. “É a primeira vez que eu uso o apelido. Deu sorte. Agradeço primeiramente a Deus e depois aos meus companheiros. Se não fosse eles, não existiria o Brasinha”, acrescentou o jogador, que não se parece fisicamente com o atacante do Mais Querido. Brasinha disputa a Série A2 pela terceira vez. Antes, ele vestiu a camisa do “pior time do mundo”, o Íbis, e, atualmente, está no segundo ano pelo Ferroviário.

Nenhum comentário: