segunda-feira, abril 26, 2010

Sport passeia até na semifinal

Leão não tomou conhecimento do Central, mesmo em Caruaru, vencendo por 3x0

E o sistema nervoso dos torcedores do Sport segue agradecendo o time pela falta de fortes emoções neste Campeonato Pernambucano. No primeiro duelo pelas semifinais do Estadual 2010, o Rubro-negro não deu chances ao Central e praticamente assegurou a vaga na grande final, ao golear os centralinos por 3x0, ontem, no Lacerdão. Na partida de volta, marcada para esta quarta-feira, na Ilha do Retiro, às 20h, o Leão pode perder por até dois gols de diferença. Caso a Patativa consiga devolver o placar do jogo de ontem, a vaga será definida nos pênaltis, já que esta fase do Certame segue os mesmos moldes da Copa do Brasil.

Sabendo que precisaria construir um bom placar dentro de seus domínios, o Central começou a partida a todo vapor. Aproveitando a sonolência do setor defensivo do Sport, com apenas dois minutos, a Patativa já havia criado duas chances reais de gol, com Paulão e Rafinha, que exigiram boas defesas de Magrão.

Baixada a poeira, o Sport colocou a bola no chão e, aos quatro minutos, já deu sinais de vida, com Eduardo Ramos batendo para a boa defesa do goleiro Isaías. Conseguindo o total domínio das ações do jogo, os visitantes davam sinais de estar mais próximos de abrir o placar, chegando por diversas vezes com perigo ao gol centralino. Aos 35, finalmente conseguiram superar a barreira. Após bela jogada individual, Eduardo Ramos cruzou, e Júlio César, fechando no segundo pau, só escorou para o fundo das redes. Mesmo saindo na frente, o Leão não quis saber de administrar a vantagem e continuou ofensivo, encurralando o Central até o final da primeira etapa.

No segundo tempo, um verdadeiro “vale a pena ver de novo”. Novamente os donos da casa começaram com tudo, num falso sinal de que conseguiram reagir. Com um minuto, Magrão foi obrigado a trabalhar em chute de fora da área. E mais uma vez, foi só isso. Comandados pelo maestro Eduardo Ramos, o Leão não demorou para se impor. Aos cinco, os rubro-negros desperdiçaram duas chances incríveis, com o próprio Ramos e com Ciro.

Na busca pelo segundo gol, aos 19, foi a vez de Daniel Paulista perder a sua chance, chutando por cima, após cruzamento. Três minutos depois, Dutra obrigou Isaías a fazer outra grande defesa. Sem a Patativa esboçar reação, o Sport seguia mandando no jogo, que ficou ainda mais fácil aos 32, quando o zagueiro Paiva chutou Leandrão e foi expulso. Com o Central cambaleando nas cordas e com menos um no “ringue”, o Sport não teve piedade e aplicou uma sequência aniquiladora de golpes. Aos 35, após cruzamento rasteiro e fraco de Dutra, Ciro aproveitou uma furada bisonha de Fernando Pires e tocou para fazer 2x0.

Três minutos depois, Zé Antônio desceu pelo meio e tocou para Eduardo Ramos, que chutou cruzado para completar a goleada. Nos minutos finais, o Leão ainda conseguiu perder mais chances de ampliar, com direito a grito de “olé” da torcida.

Central: Izaías; Geovane; Paiva, Sidney e Pintado (Fernando Pires); Elton, Dinho Sousa, Guego (Peixoto) e Rafinha (Gil); Felipe Espada e Paulão. Técnico: Adelmo Soares

Sport: Magrão; Igor, César e Tobi; Júlio César, Daniel Paulista, Zé Antônio (Levi), Eduardo Ramos (Ricardinho) e Dutra; Ciro e Dairo (Leandrão). Técnico: Givanildo Oliveira

Local: Lacerdão (Caruaru). Árbitro: Alício Pena Júnior (MG). Assistentes: Jossemar Diniz e Alcides Lira. Gols: Júlio César, Ciro e Eduardo Ramos (S). Cartões amarelos: Felipe Espada (C ); Leandrão, Zé Antônio, Dutra, César e Igor (S). Cartão vermelho: Paiva (C). Público: 8.991 torcedores. Renda: R$ 67.789.

Nenhum comentário: