quinta-feira, abril 01, 2010

Santa Cruz não tem medo do Engenhão



Dado quer um esquema para anular o meio de campo do Botafogo

O Santa Cruz não pode pensar em outro resultado que não seja a vitória diante do Botafogo, nesta quinta-feira (1), a partir das 21h30, no Engenhão, no Rio de Janeiro. Como perdeu o primeiro jogo por 1x0, os corais precisam, na pior das hipóteses, devolver o placar para continuar na briga por uma vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil.

Se os pernambucanos fizerem 1x0 a decisão vai para as cobranças de pênaltis. Para se classificar sem pessar por esse "aperto", o time tem que ganhar por um gol de diferença a partir de 2x1 (3x2, 4x3...). Qualquer empate favorece a equipe do Rio de Janeiro.


Embora precise de vitória, o técnico Dado Cavalcanti armou uma equipe com mais características de força do que ofensividade. O escolhido para o lugar de Jackson, ainda vago devido a uma lesão muscular do titular, será Dedé. Volante de origem, ele terá a função de puxar o time à frente além de compor uma marcação mais compacta no meio de campo.

Dado quer um esquema para anular o meio de campo do Botafogo


A escolha por Dedé, que retorna depois de contusão, deve-se às características do jogador, de acordo com o técnico Dado Cavalcanti. "Dedé é um jogador rápido na condução de bola e com isso queremos evitar os passes longos", explicou.


Quando o adversário estiver com a bola, ele deve compor a marcação. Dado explicou que o Botafogo tem uma tendência a marcar a partir do meio. "Precisamos ter cuidado para não perdermos esse setor. Aliado a isso, vamos tentar, com a movimentação do Joelson, quebrar a marcação dos três zagueiros deles", pontuou.


Independente de esquemas, os jogadores demonstram confiança num bom resultado. "Vamos jogar o mesmo futebol com alegria e partindo para cima como estamos fazendo para darmos essa alegria ao nosso torcedor", resumiu o zagueiro Alysson.


BOTAFOGO - O time carioca não terá o volante Sandro Silva, expulso no jogo do Arruda. Somália é o candidato mais provável. Apesar da vantagem, os jogadores não dão a classificação como favas contadas e apregoam respeito ao Santa Cruz.


Ficha do jogo:


Botafogo: Jéfferson; Fahel, Antônio Carlos e Danny Morais; Alessandro, Leandro Guerreiro, Somália, Lucio Flavio e Marcelo Cordeiro; Herrera e Loco Abreu. Técnico: Joel Santana.


Santa Cruz: Tutti; Wellington, Luiz Eduardo, Alysson e Edson Miolo; Goiano, Leo, Dede e Elvis; Joélson e Brasão. Técnico: Dado Cavalcanti.


Local: Engenhão. Horário: 21h30. Árbitro: Wilton Pereira Sampaio(DF). Assistentes: Renato Miguel Vieira e Ciro Chaban Junqueira (DF).

Nenhum comentário: