quarta-feira, abril 21, 2010

Rubro-negros sem ter o que esconder

Após poupar seus titulares nas últimas rodadas da primeira fase do Estadual, dando prioridade à Copa do Brasil, o treinador Givanildo Oliveira não deve aprontar nenhuma surpresa na escalação da equipe que enfrenta o Atlético Mineiro. Com quase todo o elenco à disposição, o comandante leonino preferiu manter a tática de nos jogos da Copa do Brasil não revelar o time antecipadamente, só fazendo isso minutos antes das partidas.

Porém, a única dúvida especulada pela Imprensa e torcedores era a possível entrada de Pedro Júnior no lugar de Dairo, no ataque, mas ela foi descartada pelo técnico, na coletiva de ontem. Perguntado sobre essa possibilidade, Givanildo respondeu bem ao seu estilo. “As chances são zero”, limitou-se. Sendo assim, Dairo deverá mesmo formar a dupla de ataque com Ciro.

Ao final do treinamento, todos os 19 relacionados para enfrentar o Galo treinaram cobranças de pênaltis, na precaução de uma possível decisão nos pênaltis, o que acontecerá caso o Sport vença a partida por 1x0. De um total de 59 finalizações, 39 acertos e 20 erros. Em relação aos jogadores, apenas cinco tiveram aproveitamento de 100%. O lateral-direito Júlio César, o meia Isael e os atacantes Ciro, Dairo e Leandrão converteram as três cobranças. Os únicos que perderam dois pênaltis foram os goleiros Magrão e Saulo, o zagueiro César, o volante Tobi e os meias Eduardo Ramos e Ricardinho. “Estou mais preparado para defender do que para bater, isso posso afirmar”, brincou Magrão.

Nenhum comentário: