segunda-feira, abril 26, 2010

Respeito e alívio


Eduardo Ramos tomou para si a responsabilidade do jogo e marcou o gol que fechou o placar


Rubro-negros admitem que estão em vantagem, mas combatem o "já ganhou"


A grande vantagem construída no Lacerdão resultou num misto de respeito e alívio nos rubro-negros. Primeiro, os rubro-negros foram unânimes ao não cravar a classificação. "Fizemos uma vantagem boa, mas não tem isso no futebol. Vamos trabalhar nos dois próximos dias. Existe a confiança na classificação, mas precisa de respeito. Mas a vantagem é boa". Frase do técnico Givanildo Oliveira, que comentou a partida enaltecendo a Patativa, apesar do domínio leonino durante 75 minutos. "O Central começou bem nos primeiros 15 minutos. Um gol deles ali teria complicado bastante, mas consertamos a defesa", completou o comandante, durante a concorrida coletiva no Lacerdão, devido ao pouco espaço na saída do vestiário visitante.


Para o técnico, a vitória foi justa pelo volume de jogo do Sport no segundo tempo, com inúmeras chances criadas. Crítico, o treinador elogiou toda a equipe, mas quer um melhor aproveitamento nas finalizações. Além do respeito, os rubro-negros voltaram para o Recife com uma imagem melhor do aquelaapós a partida contra o Atlético-MG, na última quarta-feira. Num jogo apático, o Sport perdeu por 2 x 0, diante de 28 mil pessoas na Ilha, e foi eliminado. "Depois que conseguimos a primeira colocação no Pernambucano, a nossa meta era mesmo a Copa do Brasil. Era algo importante, e aquela derrota deixou a semana tumultuada. Por isso, uma vitória como essa é importante, e espero que volte a tranquilidade. Temos 10 dias para buscar esse título", afirmou o lateral Dutra, destaque na partida.


Outro destaque na vitória na semifinal, Eduardo Ramos até calculou a vaga para a final. De 0 a 100%: "Acho que estamos com 55% dessa vaga". O elenco rubro-negro se reapresenta na manhã de hoje, na Ilha do Retiro. Lá, o mais aliviado de todos os atletas. O lateral Júlio César, que havia sido bastante vaiado na última partida. "Procurei fazer o meu trabalho, sabendo que o técnico conhece o meu trabalho. Quem veste essa camisa do Sport sabe que vai haver cobrança sempre. E contra o Central, na quarta, vai ter de novo. Tem que ser assim, cobrando para ver o melhor sempre", completou o lateral, sem esconder a satisfação com a boa atenção.


Uniforme - Aproveitando o bom resultado em Caruaru, o Sport lança nesta manhã o novo uniforme do clube para esta temporada. A camisa versão 2010 do Rubro-negro será lançada às 10h30, na loja oficial do clube, a Espaço Sport, encravada na sede leonina. Assim como ocorre desde 2008, a fornecedora do padrão será a Lotto, cujo contrato vai até o ano que vem. A expectativa é que a nova camisa do clube seja utilizada já na próxima partida contra o Central, no jogo de volta da semifinal.

Nenhum comentário: