segunda-feira, abril 05, 2010

Ninguém toma a liderança do Sport

Leão vence a Cabense e assegura o primeiro lugar a três rodadas do fim da 1ª fase

Se tornando mais provável do que engarrafamento nas estradas brasileiras no retorno de um feriadão, o Sport segue a sua rotina para lá de agradável de vitórias no Pernambucano 2010. Ontem foi a oitava. Ainda sem tomar conhecimento dos seus concorrentes pelo Estadual, a equipe leonina chegou aos 47 pontos ganhos, alcançando a incrível marca de 46 jogos de invencibilidade pelo campeonato local. A vítima de ontem foi a Cabense, derrotada pelo Leão, por 3x1, no Gileno de Carli. Com a vitória, o Rubro-negro assegurou a passagem para as semifinais da disputa como primeiro colocado na classificação, já que conseguiu abrir 12 pontos para o vice-líder Santa Cruz, faltando apenas mais três jogos (nove pontos).

E mesmo sem duas de suas principais peças, Ciro, suspenso, e Eduardo Ramos, vetado de última hora por conta de uma contratura na coxa, o Sport não deu chances ao adversário, impondo um ritmo de jogo para frente desde o começo, obrigando o rápido sistema ofensivo do Pássaro Azul a recuar um pouco para ajudar na marcação, perdendo força dessa maneira. Tanto que, logo aos quatro minutos, Júlio César, que fez uma grande partida, cruzou na cabeça de Leandrão, mas o atacante desperdiçou, livre de marcação.

Porém, dois minutos depois, o “grandalhão” não perdoou. Dairo entrou na área, livrou-se da marcação e chutou cruzado para Leandrão abrir o placar para os visitantes. Sem deixar a Cabense respirar, o Leão foi sufocando cada vez mais o seu adversário, principalmente por conta do bom aproveitamento nos passes, com várias tabelas rápidas de ataque infernizando os zagueiros alviazulinos. Aos 28, Oliveira segurou Leandrão dentro da área. O lateral Júlio César foi para a cobrança do pênalti e, com tranquilidade, tirou Ibson da foto, tocando no lado contrário do escolhido pelo goleiro.

Ciente de que precisava se arriscar ofensivamente para tentar sair das cordas e respirar, a Cabense voltou com outra postura para o segundo tempo. Logo aos dois minutos, Flávio Caça-Rato recebeu dentro da área e driblou Magrão, mas acabou perdendo ângulo e chutou para fora. Aos quatro, Dairo tabelou dentro da área e teve boa chance, mas enfeitou e acabou chutando em cima de Ibson. Aos 11, Clébson chutou com perigo ao gol de Magrão.

Traiçoeiro, o Leão deu o bote fatal aos 15 minutos. Ricardinho bateu escanteio e Leandrão subiu mais alto que os zagueiros para fazer 3x0 e, praticamente, matar o jogo. Aos 31, Flávio Caça-Rato ainda descontou para os mandantes, mas o Sport não deu mais brechas.

Nenhum comentário: