quarta-feira, abril 28, 2010

Náutico e Santa Cruz fazem o Clássico das Emoções mais importante do ano

Náutico e Santa Cruz realizam, às 21h50 desta quarta-feira (28), o Clássico das Emoções mais decisivo de 2010. Até agora, na contagem dos clássicos do ano, o placar está assim: uma vitória, como mandante, para cada um, e um empate por 0x0 no jogo de ida da semifinal do Estadual, que aconteceu no último domingo (25), no Arruda. Devido ao placar do primeiro jogo, um empate com gols favorece os tricolores, enquanto para os alvirrubros, apenas a vitória interessa.

Apesar de qualquer vitória classificar o Timbu, o time está focado em não tomar gols, o que garantirá, no mínimo, a decisão nos pênaltis. “Nosso time é uma equipe que nos últimos cinco jogos tomou só dois gols e fez 12”, lembrou o técnico Alexandre Gallo. Ainda assim, pensando em não levar gols, a equipe não renunciará ao ataque. Carlinhos Bala será o responsável por levar a bola até Bruno Meneghel e Geílson.

A única dúvida na Rosa e Silva é na lateral-direita, já que Daniel, que vinha sendo escalado como titular, está com dores no joelho. Caso ele não entre em campo, o substituto direto é Márcio Tinga.

Pelo lado tricolor, a ideia é esperar o Náutico no campo de defesa para tentar alcançar a meta defendida por Glédson nos contra-ataques. Joélson e Brasão continuam como esperança de gols do Santa Cruz. Apesar de um empate com gols garantir o Tricolor, o técnico Dado Cavalcanti não pensa nisso. “A gente vai para vencer a partida. É lógico que a gente pode usufruir dessa brecha que o regulamento dá, mas a princípio o pensamento é de vitória”, afirmou.

O técnico também garantiu que vai esperar até momentos antes do jogo para saber se vai poder escalar o volante Leo ou não. Caso ele não entre, o time deve ser o mesmo que encarou o Náutico no Arruda.

FICHA

Náutico: Glédson; Daniel (Márcio Tinga), Diego Bispo, Vinícius e Zé Carlos; Derley, Ramirez, Hamilton e Carlinhos Bala; Bruno Meneghel e Geílson.

Santa Cruz: Tutti; Gilberto Matuto, Leandro Cardoso, Alysson e Edson Miolo; Jackson, Dedé, Goiano e Elvis; Brasão e Joélson.

Árbitro: Wilson Seneme (FIFA)
Assistentes: Erich Bandeira e Ubirajara Ferraz

Nenhum comentário: