quinta-feira, abril 01, 2010

Náutico dá vexame e acaba goleado pelo Vitória


Reprodução / TV Globo

Timbu perde por 5 a 0, em Salvador, tem dois jogadores expulsos e dá adeus a Copa do Brasil


O Náutico se despede da Copa do Brasil ao ser goleado por 5 a 0 pelo Vitória, na noite desta quarta-feira (31), no estádio do Barradão, em Salvador. A equipe baiana marcou três vezes ainda no primeiro tempo com Ramon, Júnior e Nino Paraíba. Elkson e Renato fecharam o placar no segundo tempo.


O placar poderia ter sido ainda mais elástico porque o meio-campo Ramon perdeu um pênalti no primeiro tempo. E no final do jogo, o goleiro Viáfara ainda acabou desperdiçando um pênalti, defendido por Gustavo.


Após o placar decretar a derrota, a equipe alvirrubra perdeu a cabeça e ainda teve dois jogadores expulsos. Diego Bispo e Zé Carlos tomaram cartões vermelhos num intervalo de dois minutos.

O Náutico volta a campo agora no próximo domingo (04) para enfrentar a Acadêmica Vitória, às 16h, no Carneirão, em Vitória de Santo Antão, pela 19ª rodada do Campeonato Pernambucano. O Vitória avança na Copa do Brasil e vai enfrentar o Goiás, que passou pelo São José-AP.


O JOGO Apesar de jogar fora de casa, o Náutico nãos e intimidou e logo no primeiro minuto de jogo chegou muito perto do gol, quando Rafael Foster apareceu frente a frente com o goleiro Viáfara. Mas, o lateral alvirrubro acabou pegando mal na bola e mandando por cima da meta.


O Náutico ainda equilibrou a partida até os 26 minutos, quando o Vitória chegou ao primeiro gol. Ramon cobrou uma falta pela direita e a bola encobriu o goleiro Gustavo, até entrar no ângulo oposto.


Dois minutos depois Ramon invadiu a área, mas acabou derrubado pelo zagueiro Gomes. O árbitro Alício Pena Júnior marcou pênalti. O próprio Ramon foi para a cobrança, mas Gustavo fez a defesa. Como houve invasão, a cobrança foi repetida. Mas o meio-campo da equipe baiana voltou a desperdiçar ao chutar na trave.

O lance acabou desequilibrando a equipe alvirrubra, tanto que o Vitória chegou ao segundo gol aos 36 minutos. O atacante Júnior bateu forte, de fora da área, e mandou no canto direito de Gustavo. Aos 45 minutos, foi a vez do lateral-direito Nino Paraíba fazer fila na defesa timbu e marcar o terceiro, ao invadir a área e chutar na saída do goleiro alvirrubro.


O Náutico voltou para o segundo tempo com os atacantes Rodrigo Dantas e Geílson nas vagas de Dinda e Bruno Meneghel. Apesar das mudanças, o Timbu não conseguiu criar e ainda acabou tomando o quarto gol aos 15 minutos. Nino Paraíba acaba desarmado na entrada da área e a bola sobrou para Elckson encher o pé e mandar para a rede de Gustavo.

A situação ficou ainda mais complicada para a equipe alvirrubra quando, aos 21 minutos, Diego Bispo para uma jogada de ataque com falta e acaba tomando o cartão vermelho. Dois minutos depois, Zé Carlos também foi expulso por uma falta dura em Nino Paraíba.


Com dois a menos, o Náutico ainda acabou tomando o quinto gol. Renato, numa cobrança de falta, mandou no ângulo. Aos 44 minutos, Rafael Foster ainda derrubou Egídio na área e o árbitro marcou pênalti. O goleiro Viáfara foi para a cobrança, mas Gustavo acabou defendendo.


FICHA DO JOGO


VITÓRIA Viáfara; Nino Paraíba, Wallace, Renier e Egídio; Vanderson, Uelliton (Neto Berola), Bida (Marcone) e Ramon (Renato); Elkson e Júnior. Técnico: Ricardo Silva.


NÁUTICO Gustavo; Daniel, Diego Bispo, Ediglê e Rafael Forster; Gomes (Nilson), Tinga, Dinda (Geílson) e Zé Carlos; Carlinhos Bala e Bruno Meneghel (Rodrigo Dantas). Técnico: Alexandre Gallo.


Local: Estádio Barradão, Salvador Público: 12.061 Renda: R$ 149.380


Árbitro: Alício Pena Júnior (MG) Assistentes: Márcio Eustáquio Souza (MG/Fifa) e Renison Nunes Freire (SE)

Nenhum comentário: