domingo, abril 25, 2010

Emoção no Recife e em Caruaru

Após 22 rodadas, com alguns momentos de brilho e outros tantos de marasmo, o Campeonato Pernambucano enfim chegou no seu ápice. As semifinais começam neste domingo, com os três grandes clubes da Capital e um interiorano tradicional, um cenário mais do que agradável para a reta final da disputa. No Arruda, os gigantes Santa Cruz e Náutico vão medir forças. As duas equipes se alternaram como a segunda força durante toda a competição e agora vão tirar o confronto a limpo, a partir das 16h. O mito Brasão pode ressurgir ou o ânimo em ascensão dos comandados de Alexandre Gallo vai pesar?

Em Caruaru, no mesmo horário, o Central recebe o Sport, que para desbancar o “azarão” da turma vai ter que superar o fardo das três derrotas consecutivas que sofreu nas últimas partidas. Como tempero para o jogo do Luiz Lacerda, a Patativa vai receber um bônus de alguns torcedores do Náutico para vencer o duelo contra o Leão. Promessa de muitas emoções!

Um Clássico das Emoções recheado de suspense. Valendo uma sonhada vaga nas finais do Estadual, Santa Cruz e Náutico iniciam, neste domingo, às 16h, no Arruda, um duelo onde não há favoritos. Quando se encontraram na temporada, cada equipe conseguiu uma vitória. Os dois clubes conseguiram fazer prevalecer o mando de campo. Nos Aflitos, o Timbu venceu por 2x1. Na volta, no estádio José do Rego Maciel, o Mais Querido se impôs e derrotou os alvirrubros por 4x2. Na tentativa de surpreender o adversário, os dois treinadores realizaram treinos secretos na semana que antecedeu o duelo e preferiram não revelar com qual formação entrarão em campo.

Os tricolores lutam para superar o cansaço. O intervalo entre a derrota para o Atlético/GO, pela Copa do Brasil, e o clássico será de 65 horas. Como preparativo, o técnico Dado Cavalcanti realizou um treinamento, no sábado pela manhã, onde montou a equipe que enfrentará o Timbu. Para dificultar o trabalho de Alexandre Gallo, o treinador coral proibiu a entrada da torcida e da imprensa no Arruda. Atitude semelhante foi tomada antes do outro duelo com o Náutico, quando conseguiu sair de campo vitorioso.

O comandante dificilmente contará com o zagueiro Luiz Eduardo e o volante Léo, que se machucaram na última quinta-feira. Na vaga do defensor, Dado promoverá o retorno de Alysson, que voltará a formar a zaga com Leandro Cardoso. No meio, Élvis, que ficou no banco na quinta-feira, pode substituir Léo. Reserva diante do Atlético/GO, Gilberto Matuto substituirá Wellington, que atuou improvisado no setor. “Apesar do Náutico ter mudado nos últimos jogos, nós os conhecemos muito bem. Ainda assim, temos que entrar precavidos e não pensar na questão física, pois a torcida não vai querer saber disso”, afirmou Leandro Cardoso.

Nos Aflitos, a tentativa de rastrear e esmiuçar a linha de raciocínio do técnico Alexandre Gallo é tarefa das mais ingratas. Além de não permitir a presença de jornalistas ou torcedores nos últimos treinamentos, a quantidade de palavras para responder a cada pergunta também caiu vertiginosamente nas últimas entrevistas. Mas Gallo até tem motivos para sorrir. Além do crescimento do time na reta final, o treinador vai novamente poder contar com todos os jogadores.

Por conta do bom desempenho do time no segundo tempo contra o Sport, é possível apostar algumas fichas na saída de Márcio Tinga para a entrada de Bruno Meneghel, com Zé Carlos fechando no lado esquerdo da defesa. Carlinhos Bala pode ser o responsável pela armação das jogadas. A principal “novidade” do Náutico para a partida deve ser a parte física. Com um bom tempo para treinar, ao contrário do Santa Cruz, que teve os compromissos pela Copa do Brasil, o Timbu deve entrar em campo voando. “Ganhamos muito na parte física nas duas últimas semanas”, disse Gallo.


Santa Cruz

Tutti; Gilberto Matuto, Leandro Cardoso, Alysson e Edson Miolo; Goiano, Léo (Dedé), Jackson e Élvis; Joelson e Brasão. Técnico: Dado Cavalcanti

Náutico

Glédson; Daniel, Vinícius, Diego Bispo e Zé Carlos; Hamilton, Ramires, Derley e Carlinhos Bala; Geílson e Bruno Meneghel. Técnico: Alexandre Gallo

Local: Arruda

Horário: 16h

Árbitro: Wilton Sampaio/DF

Assistentes: Luciano Cruz e Pedro Wanderley

Ingressos: Arquibancada superior e meia-entrada: R$ 20,00; arquibancada inferior: R$ 40,00; cadeira sócio: R$ 30,00; cadeira não sócio: R$ 50,00

Nenhum comentário: