segunda-feira, abril 26, 2010

CORNÉLIO DE BARROS - Carcará sai na frente da Cabense

A Cabense foi de revelação do Campeonato Pernambucano 2010 a time flanelinha, perdendo a vaga nas semifinais da competição para o Central, na última rodada da primeira fase. O foco, então, virou a conquista da Copa do Interior, como uma espécie de consolo. A motivação dos comandados de Rogério Zimmerman, no entanto, não foi o suficiente para evitar a derrota para o Salgueiro, que vê na Taça do Interior a oportunidade de apagar a campanha inferior à do ano passado.

Com o resultado de 1x0, o Salgueiro terá a vantagem de jogar pelo empate no jogo da volta, quarta-feira, no Cabo de Santo Agostinho. Já a Cabense entrará em campo com a obrigação de vencer a qualquer custo. E se o placar se repetir, mas a favor dos comandados de Zimmerman, a disputa será nos pênaltis.

Jogando fora de casa, a Cabense tomou um susto no início do jogo, quando os donos da casa, considerados zebras na competição, abriram o marcador com gol de Tássyo. Daí por diante, os olhares ficaram voltados para o duelo entre os atacantes do time do Cabo de Santo Agostinho e o goleiro Eduardo, destaque do jogo com, no mínimo, três defesas milagrosas.

Impaciente por não conseguir chegar ao gol diante das inúmeras oportunidades criadas, a Cabense entrou no desespero. O reflexo disso foi a expulsão de Flávio Caça-Rato, que se jogou na área para forçar um pênalti, no final do segundo tempo. Com um a menos e diante de um Eduardo inspirado, não houve como mudar o resultado do jogo.

Salgueiro: Eduardo; Vitor Caicó (Rogério), Breno, Henrique e Moreilândia; Nildo, Renato Frota (Cassimiro), Sideval e Caio; Gilson Costa e Tássyo (Branquinho). Técnico: Paulo Júnior.

Cabense: Ibson; Cléber Gaúcho, Washington, Mema e Léo Gama (Thiago Mexerica); Aílton (Aleandro), Dinho, Márcio e Clebson; Felipe e Flávio Caça-Rato. Técnico: Rogério Zimmerman.

Nenhum comentário: