sexta-feira, abril 23, 2010

Central está rindo à toa

A mala “preta e branca” é mais do que bem-vinda nas bandas do Central. O presidente do clube, João Tavares, afirmou que ainda não havia sido procurado pela Confraria Timbu de Ouro - a entrevista foi feita por volta das 15h30 -, mas que encara o incentivo com naturalidade. “Um incentivo financeiro é normal no futebol, mesmo porque a gente deu dinheiro para o Vera Cruz na rodada passada”, afirmou o dirigente, referindo-se à quantia de R$ 10 mil cedida ao Galo das Tabocas após o empate que tirou a Cabense das semifinais do Estadual e abriu espaço para a própria Patativa.

O curioso do assunto, entretanto, é que os torcedores alvirrubros destinarão o dinheiro para o clube alvinegro em detrimento do próprio Náutico, que terá pela frente um clássico diante do Santa Cruz. “Ô inusitado! Mas o fato de ajudar o Central é normal. Todo mundo sabe que eles querem evitar o hexa do Sport”, disse João Tavares. Hoje, os cartolas da equipe devem divulgar o valor do bicho que pagarão aos atletas caso consigam uma histórica eliminação do Leão no Campeonato Pernambucano.


ESCALAÇÃO


Para tentar surpreender o Sport, o técnico Adelmo Soares pretende reforçar a defesa. Desde a última quarta-feira, ele tem comandado treinos apenas no período da tarde e ensaiou a escalação da equipe em um cauteloso 3-6-1, com três volantes. O meia Rodrigo Mucarbel pode ser o único desfalque do time para o duelo. Ele está se recuperando de uma entorse no joelho. “Já que alcançamos o primeiro objetivo que era entrar no G4, agora vamos tentar passar para a final, porque, automaticamente, conquistamos uma vaga na Copa do Brasil”, projetou Tavares.

Nenhum comentário: