quarta-feira, abril 21, 2010

Caldeirão fervendo para o Galo


Com mais de 22 mil ingressos já vendidos, leoninos querem reviver a “Bombonilha”

Está marcada para hoje, às 21h50, na Ilha do Retiro, a batalha final entre Sport e Atlético Mineiro, na guerra por uma vaga nas quartas de final da Copa do Brasil. Para conseguir derrubar o adversário e triunfar, o Leão precisa vencer por dois gols de vantagem para obter a classificação de maneira direta. Caso os pernambucanos consigam devolver o 1x0 da ida a favor dos atleticanos, a vaga será definida nas cobranças de pênaltis. Empate ou vitória do Galo garantem os visitantes na próxima fase da competição e a eliminação dos mandantes.

Apesar da vantagem, além dos 11 jogadores dentro de campo, os mineiros terão que enfrentar 33 mil rubro-negros que prometem lotar a Ilha do Retiro na noite de hoje. Isso porque ao final do expediente de ontem, a diretoria leonina anunciou que 22.100 ingressos haviam sido vendidos antecipadamente. Como a estimativa feita pelos dirigentes é sempre que “o número de bilhetes vendidos no dia da partida seja o dobro dos antecipados”, a torcida deve lotar o estádio e tentar reviver a “Bombonilha”, uma das grandes armas do Sport em 2008.

Considerando o apoio dos torcedores fundamental para que seu time consiga a tão almejada classificação, o treinador Givanildo Oliveira não escondeu sua satisfação ao tomar conhecimento que 22 mil ingressos já haviam sido vendidos até o dia de ontem. “Isso não é bom não, isso é excelente. É muito importante que a torcida nos incentive, nos empurre mesmo, acredite até o final. Precisamos tirar proveito disso. Por isso é importante que os torcedores não desistam, pois se pressionar e passar a jogar contra é muito pior. Pelo que me consta, foi com esse apoio que o Sport ganhou a Copa do Brasil de 2008”, comentou Givanildo.

Apesar de não ter vivido a magia da “Bombonilha” de 2008, o técnico garante que já ouviu muitas histórias, vindas de colegas do meio de futebol, dessa espécie de “mito” que se transformou a torcida do Sport desde aquele ano. “Ultimamente, tenho escutado muito, tanto de jogadores como de treinadores, falando sobre essa pressão que a torcida exerce aqui na Ilha do Retiro”, disse o treinador.

Um dos quatro remanescentes daquele título de 2008, o goleiro Magrão afirmou que a torcida leonina deve fazer mais uma vez a diferença e comparou esse confronto de hoje com o de contra o Internacional, há dois anos, pela mesma competição. “A torcida já provou sua força, e sei como é bom jogar com o apoio dela. Relembrando, essa disputa com o Atlético lembra aquela contra o Inter, até mesmo o placar da ida foi igual”, ressaltou Magrão.

SORTEIO

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) realizou ontem o sorteio para os confrontos das quartas de final da Copa do Brasil. E ficou definido que, caso o Sport consiga a classificação sobre o Atlético Mineiro, vai encarar a primeira partida do confronto na Ilha do Retiro, na próxima quinta-feira (29). O jogo de volta será no dia 6 de maio. Se passar do Galo, o Leão encara o vencedor de Santos e Guarani, com o Peixe já tendo vencido a partida de ida, em casa, por 8x1.

Sport: Magrão; Igor, César e Tobi; Júlio César, Zé Antônio, Daniel Paulista, Eduardo Ramos e Dutra; Ciro e Dairo. Técnico: Givanildo Oliveira

Atlético Mineiro: Aranha; Benítez, Jairo Campos e Werley; Carlos Alberto, Zé Luís, Fabiano, Júnior (Ricardinho) e Leandro; Muriqui e Diego Tardelli. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Local: Ilha do Retiro

Horário: 21h50

Árbitro: Djalma José Beltrami (RJ)

Assistentes: Hilton Moutinho Rodrigues (RJ) e Thiago Gomes Brigido (CE)

Ingressos: R$ 30 (inteira), R$ 15 (meia-entrada), R$ 10 (geral do placar), R$ 40 (cadeira para sócio, ampliação e especial) e R$ 60 (cadeira não-sócio)

Nenhum comentário: