terça-feira, abril 06, 2010


Atacante Carlinhos Bala retorna ao time após cumprir suspensão automática
Timbu precisa vencer o Central, quinta, para não se complicar de vez no Estadual


Se ser humilhado pelo Vitória, o da Bahia, na semana passada, na Copa do Brasil, ao ser goleado por 5x0, não foi suficiente para acender a luz de alerta nos Aflitos, sofrer uma virada para a Acadêmica Vitória, por 3x2, no Pernambucano, talvez tenha, finalmente, aberto os olhos dos alvirrubros. Se não abriu, pelo menos o novo revés os deixou numa situação complicada na tabela de classificação no Estadual. Principalmente porque as últimas três rodadas serão decisivas para o Náutico. Se não quiser depender dos resultados dos outros jogos, é bom o clube da Rosa e Silva derrotar o Central, quinta-feira, às 20h30. Caso contrário, poderá deixar a Cabense e os próprios alvinegros chegarem juntos na classificação, acirrando a briga pelas duas últimas vagas nas semifinais.


As contas do Náutico são simples, porém perigosas. Em terceiro lugar, com 34 pontos, um êxito diante da Patativa garantirá matematicamente o clube nas semifinais. Isso porque a Cabense só poderá chegar aos mesmos 37, caso ganhe todas as partidas; enquanto o Central não passará dos 34. Ypiranga e Porto, que ainda correm por fora e se enfrentam entre si, também não teriam condições de alcançar o Alvirrubro.


Agora, se os comandados do técnico Alexandre Gallo sofrerem o terceiro revés consecutivo, além de deixar os centralinos chegarem aos 31 pontos, poderão ver o Azulão, hoje em quarto, ficar com os mesmos 31, e assim ter a vantagem dos dois concorrentes diminuída para apenas três pontos.


E se pressão pouca não fosse bobagem nas bandas da Rosa e Silva, caso o Timbu tropece na Patativa, terá mais do que a obrigação de derrotar o Porto, no próximo domingo, pela penúltima rodada do Pernambucano, em pleno estádio Luiz Lacerda, em Caruaru. Além do mais porque, na última partida da primeira fase, os alvirrubros poderão entrar em campo para enfrentar o Sport, dentro de casa, com a corda no pescoço, precisando ganhar para seguir na competição.


Mas para amenizar a crise que toma conta dos Aflitos, o técnico Alexandre Gallo contará com o retorno de dois titulares à equipe. Após cumprirem suspensão automática, o atacante Carlinhos Bala e o zagueiro Ediglê poderão ser aproveitados pelo treinador. O volante Hamilton, que estava no Departamento Médico, treinou ontem, na reapresentação do time, no CT Wilson Campos, e poderá ser mais uma novidade. Em compensação, o volante Derley e o meio-campista Zé Carlos ficarão de fora pelo terceiro cartão amarelo.

Nenhum comentário: