quarta-feira, março 17, 2010

Um jogo com gostinho especial


Atacante Brasão não quer perder a chance de evidenciar o Santa Cruz nacionalmente
A partida é válida apenas pela segunda fase da Copa do Brasil, é verdade, mas impossível negar que o jogo de hoje, diante do Botafogo, às 19h30, no Arruda, vai ter um gostinho especial não só para a torcida do Santa Cruz como também para os atletas corais. Longe de uma final de campeonato desde a decisão do Estadual de 2006 e sem enfrentar um clube da elite do futebol brasileiro (com exceção de Náutico e Sport, pelo Pernambucano) há quase quatro anos, quando participou da Série A do Brasileirão, os tricolores se preparam para um clima de decisão esta noite.

O confronto de logo mais, apesar de ser o primeiro entre os dois clubes nesta etapa do torneio, pode ser o último. Caso a equipe da Estrela Solitária vença por dois ou mais gols de diferença, o Mais Querido estará automaticamente desclassificado do torneio. Entretanto, essa possibilidade, na opinião dos atletas corais, está longe de acontecer. O pensamento de todos no Arruda é conquistar uma vitória (de preferência sem sofrer gols) diante dos alvinegros e viajar para o Rio de Janeiro com alguma vantagem.


“A gente sabe da importância da partida. Nós precisamos do apoio do torcedor durante todo o jogo, independente do resultado. Não é o jogo mais importante do ano, mas, com certeza, é o que vai colocar o Santa Cruz onde merece, diante dos times da Série A”, afirmou o atacante Brasão, que vem dando sorte quando atua em casa. Os três gols marcados por ele com a camisa tricolor foram assinalados no Arruda.


Tradicionais e em situações opostas, o Santa Cruz atualmente não está classificado para nenhuma divisão do futebol brasileiro, e o Botafogo ocupa um lugar na Série A. Confirmado nas finais do Estadual do Rio de Janeiro, os alvinegros, que conquistaram a Taça Guanabara, lideram também o seu grupo na Taça Rio. O Tricolor do Arruda, após um começo irregular no Estadual, vem em uma sequência de três vitórias consecutivas, em um clima de “paz e amor” com a torcida, ocupando a quarta colocação do Pernambucano, o que lhe garantiria uma vaga na próxima etapa da competição.


Sem fazer mistério, o técnico Dado Cavalcanti confirmou a equipe que iniciará a partida. A escalação será a mesma dos triunfos por 1x0 sobre o América/AM, e por 4x1 diante do Vera Cruz, com Edson Miolo mantido na lateral esquerda, e Joelson, o artilheiro da equipe na temporada, com nove gols, novamente no banco de reservas. O ataque será formado por Souza e Brasão. “Não vai haver modificação, vou repetir a formação que vem dando certo”, declarou o treinador.


Santa Cruz: Tutti; Gilberto Matuto; Leandro Cardoso, Alysson e Edson Miolo; Goiano, Léo, Jackson e Élvis; Souza e Brasão. Técnico: Dado Cavalcanti


Botafogo: Jefferson; Fahel, Antônio Carlos e Danny Morais; Jancarlos, Leandro Guerreiro, Sandro Silva, Lucio Flavio (Caio) e Marcelo Cordeiro; Herrera e Loco Abreu. Técnico: Joel Santana


Local: Arruda


Horário: 19h30


Árbitro: Paulo César de Oliveira (FIFA/SP)


Assistentes: João Nobre Chaves/SP e Hilton Alves de Melo/SP


Ingressos: Meia-entrada e arquibancada superior: R$ 10,00; arquibancada inferior: 10,00; cadeira: R$ 50,00

Nenhum comentário: