domingo, março 07, 2010

Sport joga pela invencibilidade

Com a liderança assegurada, Rubro-negro pretende prolongar série sem derrotas

Disparado na ponta da tabela, com 29 pontos ganhos, o Sport volta a campo neste domingo, contra o Porto, às 17h, no Lacerdão, pensando em conquistar mais uma vitória e ampliar essa vantagem. Vindo da sua melhor apresentação até agora nesta temporada, no 4x2 contra o Vitória, na última quarta-feira, o Leão tenta embalar de vez na competição e convencer a ainda bastante desconfiada torcida rubro-negra.

Diante do Gavião, o Sport entra em campo com a responsabilidade de defender uma invencibilidade de 40 partidas em jogos pelo Campeonato Pernambucano, podendo chegar, neste domingo, ao seu 41° jogo sem perder. A última derrota aconteceu no dia 26 de março de 2008, contra o Serrano, em Serra Talhada. No ano passado, os rubro-negros conquistaram o Estadual invictos.

A equipe leonina tenta quebrar a maior sequência invicta de uma equipe no Estado, já pertencente ao próprio Leão, que entre os anos de 1997 e 1999 atingiu a incrível marca de 49 partidas sem ser derrotado. Se conseguir manter a invencibilidade, o Sport poderá igualar o seu recorde na 22ª rodada, justamente no Clássico dos Clássicos contra o Náutico, e ultrapassá-lo no primeiro jogo das semifinais do Estadual, caso não seja derrotado.

E para conseguir quebrar a marca antiga e assim ampliar ainda mais a vantagem na ponta da tabela, a equipe leonina tem apenas uma novidade para encarar o Porto. Após os elogios na estreia, quando marcou um dos gols no triunfo sobre o Vitória, o lateral-direito Eduardo Ratinho ganhou a posição de titular, deixando Júlio César no banco de reservas.

Contratado com status de um dos “reforços de peso” do Sport para esta temporada, Ratinho chegou na Ilha do Retiro no dia 7 de janeiro. Porém, por conta de duas lesões na coxa direita, o jogador só conseguiu estrear quase dois meses depois. “Não é uma questão de perder a posição ou não, eu apenas entendi que o melhor momento é do Eduardo Ratinho, e futebol é momento. Por isso optei em mantê-lo como titular”, explicou Givanildo.

O comandante leonino ainda comentou sobre o volante Tobi, que fará o seu terceiro jogo consecutivo como titular do trio de zaga rubro-negro, ao lado de Igor e César. “Eu conheci Tobi quando ele ainda era do São Caetano, atuando como zagueiro, e ele me agradou muito, mesmo atuando improvisado. Como também entendo que ele vive um bom momento, apesar de não estar atuando na sua posição de origem, optei por deixá-lo na zaga”, declarou Givanildo.

Além da permanência de Eduardo Ratinho no time titular, uma outra novidade vem do banco de reservas. O meia Kássio, aquele mesmo campeão da Copa do Brasil 2008 pelo Sport, teve seu nome incluído na lista dos relacionados pela primeira vez pelo treinador Givanildo Oliveira e ficará à disposição no banco de reservas contra o Gavião.


Ficha técnica

Porto x Sport

Local: estádio Lacerdão (Caruaru)

Horário: 17h

Árbitro: Gleydson Leite

Assistentes: Luciano Cruz e Ubirajara Ferraz

Preliminar: Porto x Sport, às 14h30 (juniores)


Porto: Romero; Gonçalves, Anderson e Alemão; João Carlos, Renan, Evandro (Damião), Arlindo e Airton; Kyros (Paulista) e Fabian. Técnico: Charles Muniz

Sport: Magrão; Igor, César e Tóbi; Eduardo Ratinho, Zé Antônio, Daniel Paulista, Eduardo Ramos e Dutra; Ciro e Dairo. Técnico: Givanildo Oliveira

Nenhum comentário: