sábado, março 20, 2010

Sport joga mal, mas vence Salgueiro e amplia liderança

Visivelmente, o Sport sentiu a ausência de Igor, Dutra e Eduardo Ramos. Todos suspensos pelo terceiro cartão amarelo. Talvez o cansaço da viagem para Curitiba também tenha atrapalhado. Mas o fato é que o Leão jogou abaixo da crítica na tarde deste sábado, na Ilha do Retiro. Ainda assim, deu pro gasto. A vitória sobre o Salgueiro, por 2 x 1, manteve a invencibilidade a nível estadual, agora de 43 jogos, e ainda ampliou momentaneamente para 10 pontos a vantagem na liderança do Campeonato Pernambucano. Dairo e Ciro marcaram os gols rubro-negros. Victor Caicó descontou.

O jogo ainda caminhava em marcha lenta, meio que desempolgante. Mas bastou o primeiro vacilo adversário para o Sport abrir o placar na Ilha do Retiro. Aos 9 minutos, André Luiz lançou na área. O zagueiro falhou e Dairo recebeu livre de marcação. Eficiente no ofício, impiedoso na conclusão. Um chute indefensável para Luciano.

O troco do Carcará veio na mesma moeda. Dez minutos depois, Victor Caicó aproveitou bobeira da zaga leonina. Ele entrou pelo meio após belo passe de Moreilândia e decretou o empate. Desencontrado, o Sport não conseguia engrenar. Quase na metade do primeiro tempo, o volante Zé Antônio deixou o campo lesionado. Givanildo Oliveira então acionou Kássio. A história ia começar a mudar.

Com mais um homem de criação no meio, o time rubro-negro melhorou ofensivamente. Até porque Odair estava mal. Foi justamente dos pés do garoto cria da base leonina que começou a nascer o segundo gol do Sport. Kássio viu bem Eduardo Ratinho entrar pela direita. O lateral cruzou na área e Ciro apareceu bem, com o oportunismo que lhe é costumeiro. Apesar do futebol engessado apresentado na primeira etapa, pelo menos a vantagem parcial amenizou os ânimos da torcida rubro-negra.

O segundo tempo foi chato. Para se ter ideia do marasmo, nenhum dos times conseguiu levar perigo real à meta adversária. Chutes de fora da área e lances inacabados deram à tônica na etapa complementar. Os rubro-negros ainda reclamaram de um suposto pênalti não marcado em Ciro. Muito pouco, no fim das contas. Ao término da partida, mesmo com a vitória, algumas vaias puderam ser ouvidas na Ilha do Retiro.



Sport 2 x 1 Salgueiro

Sport

Magrão; Montoya (Dirley), César e Tobi; Eduardo Ratinho, Daniel Paulista, Zé Antônio (Kássio), Odair (Leandrão) e Andre Luiz; Ciro e Dairo.

Técnico: Givanildo Oliveira

Salgueiro

Luciano; Rogério (Marquinhos), Breno, Henrique e Siderval; Moreilândia (Tácio), Victor Caicó e Renato Frota; Caio, Gilson Costa (Casimiro) e França. Técnico: Paulo Júnior

Local: Ilha do Retiro
Árbitro: Cláudio Mercante
Assistentes: Ubirajara Ferraz e Luiz Fernando Coelho
Gols: Dairo (aos 9 do 1º T), Victor Caicó (aos 20 do 1º T), Ciro (aos 41 do 1º T)
Cartões amarelos: César, Siderval, Rogério, Moreilândia
Público: 13.055
Renda: R$ 53.030,00



Nenhum comentário: