quarta-feira, março 17, 2010

SPORT - Grande teste para os leoninos


Ciro é responsável pelo alto índice de gols do time
Sem ser incomodado por ninguém até agora no Estadual, o Sport terá hoje o seu primeiro teste de fogo na temporada 2010, pela segunda fase da Copa do Brasil, diante do Paraná, às 21h50, no Durival Britto. Eliminando o fraco Brasília sem fazer muito esforço, logo na primeira partida, e com os clássicos pelo Pernambucano ainda não sendo “decisivos”, por conta do regulamento, a partida contra os paranaenses servirá como parâmetro inicial para os rubro-negros saberem em que nível real a equipe se encontra para encarar o Brasileiro da Série B. Inclusive, com o Paraná sendo um dos adversários dos pernambucanos na Segundona.

Assim como na primeira fase da Copa do Brasil, continua valendo o critério eliminatório no qual a equipe que estiver atuando fora de casa e bater o adversário por dois gols ou mais de diferença garante classificação antecipada. Portanto, caso os rubro-negros vençam hoje por 2x0 ou 4x2, por exemplo, eles eliminam o confronto de volta, marcado para o dia 31 deste mês, na Ilha do Retiro.


A última vez que os leoninos foram eliminados da Copa do Brasil, ainda nesta segunda fase, aconteceu em 2004, com o Americano/RJ sendo o carrasco dos pernambucanos. Na ocasião, os cariocas venceram a primeira partida, no Rio de Janeiro, por 2x1, e arrancaram um empate por 0x0, na Ilha do Retiro. O Sport era treinado por Hélio dos Anjos e tinha como seus principais jogadores o goleiro Bosco, o zagueiro Silvio Criciúma, o meia Nildo e o atacante Alecsandro, atualmente no Internacional. Já em 2008, quando terminou como grande campeão da competição, o Leão precisou dos dois jogos para eliminar o fraco Brasiliense.


De volta para o presente, o Leão entra em campo, hoje à noite, com a equipe praticamente definida. A única dúvida é no trio de zaga, com o retorno do volante Tobi, improvisado, ou a manutenção do zagueiro Montoya. O primeiro não atuou no último jogo, contra o Central, pelo Estadual, porque estava suspenso. Já o segundo perdeu a vaga entre os titulares no meio do Pernambucano, mas atuou bem contra a Patativa. Como no treinamento realizado ontem, no CT do Atlético Paranaense, o comandante leonino não realizou coletivo, a decisão ficou mesmo para ser anunciada minutos antes do jogo de hoje à noite.


Certa mesmo é a presença do trio de ferro leonino: Eduardo Ramos, Ciro e Dairo. Com a presença dos três, o Leão marcou 17 gols nos últimos cinco jogos - sendo quatro pelo Estadual e um pela Copa do Brasil -, mantendo uma excelente média de 3,4 gols por partida. “Estamos conseguindo nos entender muito bem. Tomara que esse entrosamento continue e que a gente consiga trazer um bom resultado do Paraná”, declarou Ciro.


PARANÁ


O Paraná definitivamente, já viveu dias melhores. Neste ano, o time ainda não se acertou. Ocupa uma modesta quinta posição no Estadual. Fora dos gramados, a situação é ainda mais delicada. Com sérios problemas financeiros, o clube tem atrasado regularmente a premiação dos atletas e o salário de vários funcionários, o que resultou na paralisação dos treinamentos da última segunda-feira.


Paraná: Juninho; Jefferson, Irineu, Luis Henrique e Diego Correa; Chicão, João Paulo, Vinícius e Éverton; Márcio Diogo e Marcelo Toscano. Técnico: Marcelo Oliveira.


Sport: Magrão; Igor, César e Tóbi (Montoya); Eduardo Ratinho, Zé Antônio, Daniel Paulista, Eduardo Ramos e Dutra; Ciro e Dairo. Técnico: Givanildo Oliveira


Local: estádio Durival Britto (Curitiba)


Horário: 21h50


Árbitro: Flávio Rodrigues Guerra (SP)


Assistentes: Antônio Luiz Guimarães Lugo e Ezequiel Barbosa Alves (ambos de MS)

Nenhum comentário: