sábado, março 20, 2010

Sonífero

Cheguei a uma conclusão.


Sábado não é dia de futebol. O clima sempre é diferente… As pessoas já chegam no estádio com hora marcada para sair, pois à noite têm algo mais para fazer.


Os públicos também costumam ser menores. Na Ilha do Retiro, 13 mil pessoas.


Chegando lá, em cima da hora, encontrei um casal de amigos, Lauro Mafra e Raquel Nunes. Ele disse logo que era a 1ª vez que Raquel iria assistir a um jogo no estádio.


A chance de conhecer de perto o Sport. A mística da Ilha, o calor da torcida etc.


A primeira impressão é a que fica? Tomara que não.


Contrao Salgueiro, vitória leonina por 2 x 1, mas a emoção passou longe.


Pode-se dizer que a partida foi um dos soníferos mais potentes dos últimos tempos. Reservas sendo testados, titulares se poupando, preciosimos nos passes e conclusões.


ZZZZZZzzzzzzz…


O resultado serviu “apenas” para atualizar os números do Rubro-negro.


O time chegou a 43 jogos sem perder no Estadual (desde março de 2008). Já são 18 partidas invicto na atual temporada. E agora a equipe somou a sua 11ª vitória no Pernambucano, aumentando a vantagem na mais do que consolidada liderança.


Torcida satisfeita? Sem chance.


No fim, um misto de vaias e aplausos.


A explicação me parece simples… Sair de casa num sábado para ver um jogo tão sonolento, só vaiando mesmo, para ver se o time acorda.


Não encontrei mais o casal. Talvez, eles tenham deixado o estádio nos minutos finais para fugir do trânsito. Ou, quem sabe, Lauro soubesse das vaias que estavam para acontecer e quis amenizar o impacto de um jogo tão chato.


Blog de Esportes

Nenhum comentário: