segunda-feira, março 22, 2010

Presidente do Náutico reclama da arbitragem

Mais uma vez a diretoria do Náutico deixa os gramados reclamando da arbitragem. Na partida deste domingo (21), contra o Santa Cruz, no Arruda, o presidente Berillo Júnior reclamou porque o volante alvirrubro Derley recebeu um cartão amarelo logo após fazer o gol, por ter ido comemorar, enquanto o atacante Brasão, do Santa Cruz, comemorou seu primeiro gol e não foi punido, só recebendo o cartão quando foi comemorar pela segunda vez.

"Não quero dizer que foi um fator preponderante pra derrota do Náutico, mas a arbitragem realmente nos prejudicou. Foi uma total falta de critério. A arbitragem de Pernambuco está uma lástima", declarou Berillo.

O presidente ainda garantiu que o cargo do técnico Alexandre Gallo não está ameaçado por causa da derrota deste domingo e a da última quarta-feira (17), contra o Botafogo, pela Copa do Brasil. "Essa é a 8ª partida que Galo está à frente do Náutico e quem conhece um pouco de futebol percebe a evolução do time", pontuou.

Nenhum comentário: