domingo, março 14, 2010

Náutico vence o Sete de Setembro na pressão: 3x2

O jogo ficou mais emocionante depois no tempo complementar
O jogo ficou mais emocionante depois no tempo complementar

O Náutico suou a camisa diante do Sete de Setembro, em Garanhuns, em jogo válido pela 15ª rodada do Campeonato Pernambucano, mas saiu de campo com a missão cumprida: arrancou uma vitória apertada de 3x2 e manteve a vice-liderança da competição.


Os anfritriões não deram moleza, tanto que o jogo saiu empatado para o segundo tempo em 1x1, com gols de Bruno Meneghel e Alix. Na volta para o tempo complementar, dois pênaltis de Bala deram a vantagem ao Náutico e Laércio, também de pênalti, fechou a noite.



Agora, os times se preparam para a 16ª rodada. O Sete joga no sábado (20), às 17h, contra o Ypiranga, no Gigante do Agreste, em Garanhuns enquanto o Náutico enfrenta o clássico contra o Santa Cruz, no domingo, também às 17h.



O JOGO - O Sete de Setembro iniciou o jogo na ofensiva, tentando construir os lances pelo meio de campo. O Sete pressionou, trabalhou uma boa marcação e não deixou o Náutico sair das laterais.


O gol alvirrubro, no entanto, só veio aos 20 minutos. Numa falha da zaga do Sete, Carlinhos Bala articulou toda a jogada e entregou uma bola praticamente pronta nos pés de Bruno Meneghel, que só teve o trabalho de mandar pra dentro das redes de Genílson.

Apesar de ter tomado o gol, o Sete não se desesperou. Continuou investindo na marcação e foi atrás do prejuízo. Aos 30, a bola novamente caiu nos pés de Bala. Mas o chute foi fraco e o goleiro defendeu fácil. Um minuto depois, Alix aproveitou o descuido de Glédson e mandou forte de pé direito, para deixar tudo igual em Garanhuns. Inspirado, Bala chegou a recepcionar a bola mais uma vez e mandar nas redes do Sete de Setembro, aos 36, mas estava impedido.



Em menos de dois minutos de jogo rolando no segundo tempo, um pênalti marcado a favor do Náutico devolveria a vantagem para o time vermelho e branco. Carlinhos Bala partiu para marcar: apontou, chutou e mandou certeiro nas redes de Genílson, com 5 minutos marcados.



O terceiro gol foi praticamente idêntico. Novamente Bala e novamente pênalti. Na primeira tentativa, o jogador se antecipou e o árbitro considerou inválido. Bala voltou, ajeitou e ofereceu a bomba: "te amo, filha". Sete 1 x 3 Náutico.



Mas o placar ainda não estava fechado. Aos 32 minutos, o árbitro marcou outra punição, desta vez para o Náutico. E o pênalti foi marcado por Laércio, que mirou no canto esquerdo e, com categoria, deixou o jogo Sete 2x3 Náutico.



FICHA DO JOGO
Sete de Setembro: Genílson; Novito, Índio, Neném e Diego; Alix, Vanderson, Nau, Laércio e Thiago Lima (Wellington), Jardel (Alanzinho). Técnico: Neto Maradona.



Náutico: Glédson; Gomes (Diego Bispo), Vinícius e Igor; Daniel, Derley, Hamilton, Dinda e Zé Carlos; Carlinhos Bala e Bruno Meneghel. Técnico: Alexandre Gallo.



Local: Estádio Gigante do Agreste, em Garanhuns. Árbitro: Emerson Batista. Assistentes: Pedro Wanderley e Elan Vieira.



Nenhum comentário: