quarta-feira, março 17, 2010

Náutico aposta no mistério para superar o Vitória


No duelo nordestino, Timbu enfrenta os baianos hoje, nos Aflitos

Alexandre Gallo preferiu ser cauteloso e fez um treino secreto ontem

Duelo nordestino na Copa do Brasil. Náutico e Vitória se enfrentam hoje, às 21h, nos Aflitos, no primeiro jogo da segunda fase do torneio nacional. Com o objetivo de dificultar a vida do adversário, o técnico Alexandre Gallo decidiu fechar os portões do CT Wilson Campos, só permitindo o acesso para os jornalistas após os trabalhos técnicos e, principalmente, táticos. Gallo declarou que, durante o treinamento, testou o time com duas formações diferentes. O treinador já tomou sua decisão, mas não a divulgou.

“Não quero atrapalhar o trabalho dos jornalistas, o objetivo não é esse. O que eu tenho é respeito pelo nosso adversário. Por isso decidi fazer esse trabalho reservado e não divulgar a escalação da equipe de forma antecipada”, explicou Gallo, que lembrou os seus confrontos com o Rubro-negro baiano no ano passado, quando comandou o Bahia. “É um time muito competitivo, rápido, que manteve uma base. Um adversário que exige muito respeito”.

Dois jogadores estão novamente à disposição do treinador alvirrubro. O zagueiro Ediglê cumpriu suspensão na última rodada do Campeonato Pernambucano. O jogador aproveitou o tempo para trabalhar a parte física. “Estou me sentindo melhor. Voltar ao time em um jogo desse porte, contra um adversário forte, é uma grande responsabilidade, mas também é um grande prazer”, comentou. “Sabemos que existe a questão do regulamento da Copa do Brasil, mas tomar gols em casa não é bom em nenhuma partida. Temos que evoluir nesse aspecto e estamos trabalhando para isso”.

Outro que está pronto para a disputa é Rafael Forster. O lateral-esquerdo está recuperado de uma luxação no ombro esquerdo, que o tirou do último compromisso do Timbu. Contudo, ao contrário de Ediglê, o jogador ainda não está garantido no time titular. A opção de jogar com três zagueiros pode fazer Gallo optar por Zé Carlos na ala esquerda.

Na sua última participação pela equipe alvirrubra, na vitória diante do Ivinhema, pela Copa do Brasil, o atleta de 19 anos foi bastante cobrado pela torcida do Náutico. Mas Gallo já deixou claro que esse fator não vai influenciar na escalação do atleta. “A pressão da torcida faz parte do futebol. Eu sabia da condição do Forster, onde ele poderia ter dificuldades. Continuo com plena confiança na sua capacidade”.

Se no setor defensivo o treinador Alexandre Gallo ainda guarda suas opções, no ataque, a cada vez mais entrosada dupla Carlinhos Bala e Bruno Meneghel é presença garantida. “É um bom momento. Eu e Bruno estamos nos acertando dentro de campo. Vamos tentar repetir o bom desempenho nesse jogo, que está sendo encarado como o mais especial da temporada até o momento”, afirmou Bala.

Náutico: Glédson; Daniel, Vinícius, Ediglê e Rafael Forster. Hamilton, Derley, Zé Carlos e Dinda (Gomes). Carlinhos Bala e Bruno Meneghel. Técnico: Alexandre Gallo

Vitória: Viáfara; Wallace, Anderson Martins e Reniê; Marcos Pimentel, Vanderson, Ueliton, Renato e Egídio; Adaílton e Schwenck. Técnico: Ricardo Silva

Local: Aflitos

Horário: 21h

Árbitro: Jéfferson Schmidt (SC)

Assistentes: Marco Antônio Martins (SC) e Kilden Tadeu Morais (PB)

Ingressos: R$ 30 (arquibancada) e R$ 15 (sócio e estudante)

Nenhum comentário: