segunda-feira, março 15, 2010

LUIZ LACERDA - Em casa, Porto faz 2x1 no Vitória

No dia anterior ao jogo, o treinador Charles Muniz foi profético: “O nível dos times do Pernambucano está muito próximo. Vai ser um jogo dificílimo”. A partida entre Porto e Vitória realmente foi muito equilibrada. O Gavião, de Muniz, encontrou muita dificuldade diante do Vitória, mesmo atuando em casa. Apesar disso, no fim do duelo, pôde comemorar mais uma vitória (2x1) e uma ascensão importante na tabela: saiu da sexta para a quinta posição, aproximando-se ainda mais do G4.

Na verdade, o começo do jogo deu a impressão de que a partida seria fácil. Tanto que antes dos 20 minutos, o Tricolor do Agreste abriu uma boa vantagem de dois gols. O primeiro foi anotado por Naldinho, após saída errada do goleiro Rodrigo Carvalho. O segundo foi anotado por João Carlos em mais uma bobeira da defesa do Taboquito, que afastou mal. No rebote, o jogador do Porto chutou e a bola, depois de desviar em um zagueiro, enganou o arqueiro.

Pela necessidade, o Vitória teve de ir para cima. Aos 39 ainda da primeira etapa, o meia Édson Araújo marcou de cabeça e colocou novamente o time no jogo. A equipe tentou pressionar, mas não conseguiu empatar o confronto.

Porto: Romero; João Carlos, Gonçalves, Romero e Aírton; Rodolfo Potiguar (Evandro), Cosme, Naldinho e Arlindo; Fabian (Caio) e Kyros (Rogério). Técnico: Charles Muniz

Vitória: Rodrigo; Sueliton, Róbson Baiano, Alex Rava e Alexandre; Daniel Carlos, Aguimeron, Paulinho Andrade (Léo) e Édson Araújo; Bruno Garcia e Jadílson. Técnico: Roberto de Jesus

Local: Luiz Lacerda. Árbitro: Neilson Santos. Assistentes: Luiz Fernando Coelho e Wlademir Lins. Gols: Naldinho (aos 5 do 1°T), João Carlos (aos 15 do 1°T) e Édson Araújo (39 do 1°T). Cartões amarelos: Cosme, Aírton e Naldinho (Porto); Aguimeron e Alex Rava (Vitória). Público e renda: não divulgados.

Nenhum comentário: