domingo, março 14, 2010

Cabense só pensa em voltar a vencer

A Cabense vem de dois revezes consecutivos no Campeonato Pernambucano. Uma terceira derrota fará com que os concorrentes diretos na briga pelo G4 se aproximem mais ainda. Depois de perder, fora de casa, para Sete de Setembro e Santa Cruz (por 1x0 e 2x0, respectivamente), o Azulão só pensa em uma vitória contra o Araripina, neste domingo, a partir das 17h, no estádio Gileno de Carli, no Cabo de Santo Agostinho, pela 15ª rodada do Estadual. O Bode do Araripe, por sua vez, tenta afastar o fantasma do rebaixamento. Ganhou o último jogo (3x1, em casa, contra o Vera Cruz), saiu da zona da degola e não quer voltar para lá de jeito algum.

O treinador da Cabense, Rogério Zimmerman, encara a partida como mais uma decisão. “A nossa briga é, na verdade, com essas equipes do mesmo porte que o da gente. Temos de ganhar para que possamos nos manter no G4”, falou. O Azulão, ocupante do terceiro posto na tabela de classificação, vai ter apenas um desfalque para o embate de logo mais. O goleiro Marcelo, dispensado na última quarta-feira, devido a problemas de disciplina, e o lateral-esquerdo Aílton, que vai cumprir suspensão automática após ter recebido o terceiro cartão amarelo contra o Santa Cruz, não irão para o jogo. A dúvida fica somente no gol. O comandante azulino ainda não definiu se escala Ibson ou Deloni. A fim de deixar o time com mais poder ofensivo dentro de casa, Zimmerman optou por sacar o volante Washington para pôr o meia João Kléber.

Já o Araripina, há dois pontos da zona de rebaixamento, não vai poder contar com o zagueiro Márcio, cumprindo suspensão, além do lateral-direito Tigrão, lesionado com um estiramento na coxa posterior. Zé Cláudio e Romário serão os respectivos substitutos. Ciente das dificuldades de enfrentar o terceiro melhor time do Pernambucano até o momento, o pensamento do Bode é de pés no chão. “Estamos animados depois da última vitória, mas sabemos como é complicado jogar lá no Cabo (de Santo Agostinho). Tudo é possível acontecer”, falou o presidente de honra do clube, Walmy Bezerra.

Nenhum comentário: