quarta-feira, março 10, 2010

Aposta é nos contra-ataques

Ivinhema. O nome, certamente, não significa quase nada para a maior parte dos torcedores pernambucanos. Contudo, a Copa do Brasil - considerado o mais democrático dos torneios brasileiros - já ensinou em diversas ocasiões que times de pouca expressão no cenário nacional podem causar surpresas de proporções gigantes. Por isso, embora a agremiação do Mato Grosso do Sul não impressione pela qualidade técnica, tampouco pelo retrospecto recente (é apenas o quarto colocado do Grupo A no seu Estadual) e menos ainda pela tradição, todo cuidado é pouco com o representante do Centro-Oeste.

Como a partida de ida foi 1x1, na casa do Ivinhema, o time sul-matogrossense joga com a vantagem de se classificar caso haja empate a partir de 2x2 nos Aflitos. Isso, somado ao fato de jogar fora de seus domínios, indica que o treinador Rotta deve adotar uma postura cautelosa. De acordo com os jornais locais, a equipe vai se preocupar mais com a defesa e, quando possível, nos contra-ataques para consolidar a classificação aos poucos.


O esquema do Ivinhema deve ser o 3-5-2. O técnico optou pelos três zagueiros para dar mais segurança defensiva à equipe e também para poder liberar um pouco mais os volantes na criação de jogadas. Os principais jogadores são o meio-campista Vanderlei, autor do tento na partida de ida e de um dos gols da sua equipe no último confronto válido pelo Estadual, e o atacante Edney.

Nenhum comentário: