segunda-feira, fevereiro 22, 2010

Wilson sofrerá operação no joelho

Autor do gol no clássico contra o Náutico, no último sábado, o atacante Wilson voltou a sentir dores no joelho direito e irá passar por uma artroscopia no local, desfalcando o Sport por, no mínimo, 30 dias. O grande temor dos leoninos é que o prazo pode aumentar ainda mais, dependendo do resultado da cirurgia que será feita nesta semana, inclusive havendo grande possibilidade de o artilheiro do time no Estadual, ao lado de Ciro com seis gols marcados, não jogar mais na competição.

Neste ano, Wilson já havia reclamado de dores no joelho desde o clássico contra o Santa Cruz, no dia 3 deste mês. Com isso, ele desfalcou a equipe em três jogos, retornando apenas no último sábado, contra o Náutico. Segundo o médico leonino, Stemberg Vasconcelos, após o confronto contra o Timbu, o jogador não suportou mais a dor, inclusive caminhando mancando para conceder entrevistas depois do jogo. “Wilson apresentou um edema no joelho. Ele irá passar por uma artroscopia e ficará parado por 20 a 30 dias. Dependendo do que observamos na cirurgia, ele poderá passar mais tempo ainda parado. Ele havia melhorado dessa lesão, inclusive treinando na quinta-feira sem sentir nada, mas a pressão no jogo é maior, e ele não aguentou”, informou Stemberg.

Com isso, o jogador é desfalque certo para a estreia do Leão na Copa do Brasil 2010, nesta quarta-feira, contra o Brasília. Para piorar ainda mais a situação do treinador Givanildo Oliveira, o provável substituto de Wilson, o atacante Nadson, também está com uma lesão no joelho e é dúvida para o jogo. Caso Nadson continue vetado pelo Departamento Médico, o comandante leonino tem como opções para formar a dupla de ataque com Ciro os atacantes Dairo, vindo do Guarani, e Everton Felipe, oriundo das categorias de base. Em último caso, o meia Juninho Silva pode atuar como atacante, como já fez algumas vezes quando estava no Santa Cruz.

Além de Wilson, outro jogador que desfalcará o Leão nesta quarta-feira é o zagueiro César, que foi expulso no último jogo da Série A do ano passado, contra o São Paulo. Como o Sport só atuou pelo Campeonato Estadual, o defensor terá que pagar a suspensão neste primeiro jogo da Copa do Brasil. Neste ano, nas duas ocasiões em que não contou com um dos integrantes do trio de zaga formado por Igor, Montoya e o próprio César, o técnico Givanildo optou por soluções diferentes. Por coincidência, em ambas os leoninos empataram em 1x1.

Na primeira, contra o Salgueiro, pela quinta rodada do Estadual, ele escalou o jovem Elias na vaga deixada por César. Na segunda, sem Montoya, contra o Ypiranga, na oitava rodada, o treinador preferiu improvisar o volante Tobi como terceiro zagueiro, deixando Elias no banco de reservas. Vale ressaltar que caso o Sport vença o Brasília por uma diferença de dois gols ou mais, elimina a partida de volta, marcada para acontecer na Ilha do Retiro, dia 10 de março.

Nenhum comentário: