sexta-feira, fevereiro 19, 2010

Uma vitória para espantar a crise

Tricolor contou, no primeiro gol, com a colaboração da defesa do Araripina, que terminou marcando contra
Santa Cruz voltou a vencer, ontem, e já pulou para a quinta posição no Estadual

O Santa Cruz provou, dentro de campo, que o trabalho realizado durante os dias de Carnaval foi importante para que o técnico Dado Cavalcanti implantasse seu estilo de trabalhar. Após sete dias de treinamentos, o Mais Querido fez sua melhor atuação na temporada e derrotou o Araripina por 2x0. Os gols do triunfo tricolor, originados de cobranças de escanteio, foram marcados por Fernandes (contra) e Alysson, ainda na primeira etapa. Com a vitória, os corais pularam para a quinta colocação, com 14 pontos, enquanto o Araripina permanece em décimo, com dez.

Tentando abrir o placar o mais rápido possível, o Santa Cruz pressionou o Araripina desde o minuto inicial. Aproveitando principalmente o bom desempenho de Gilberto Matuto, que foi o melhor jogador do Mais Querido, o Tricolor do Arruda massacrou o Bode até fazer o primeiro gol. Os visitantes, acuados, sequer conseguiam ultrapassar a linha de meio-de-campo. Municiados pelo lateral-direito coral, Élvis, Joelson e Leandro Cardoso por pouco não superaram o goleiro Danilo. De tanto insistir, os donos da casa fizeram o primeiro aos 15. Gilberto Matuto cobrou escanteio, os defensores se atrapalharam, e Fernandes, de cabeça, marcou contra.


Em desvantagem, o Araripina enfim tentou sair para o jogo. Na única oportunidade que criou em todo o primeiro tempo, por pouco os visitantes não empataram. Fernandes cruzou, e a bola sobrou para Marcelo Paraíba, que, livre de marcação e de frente para o goleiro, chutou para fora. Mais tranquilo, o Santa Cruz procurou explorar os erros do adversário.


Aos 25, Joelson tabelou com Jackson e mandou uma bomba de fora da área. Danilo se esticou e espalmou para linha de fundo. Na cobrança de escanteio, Alysson, de cabeça, fez o segundo. Nos instantes finais da etapa inicial, por pouco não saiu o terceiro. Joelson cruzou, André Leonel escorou de cabeça para trás. Élvis chutou prensado, e a bola saiu por cima do travessão.


No segundo tempo, o técnico do Araripina até tentou deixar a equipe mais ofensiva, colocando o meia Péricles e o atacante Renan. Mas as alterações não surtiram muito efeito. Para piorar ainda mais a situação do Bode, aos 14 minutos, o volante Zaqueu foi expulso após pisar em Alysson. O Santa Cruz seguiu desperdiçando diversas oportunidades de gol, principalmente com Val Barreto, que substituiu André Leonel.


Rodada

Ontem, no Cabo de Santo Agostinho, a Cabense goleou o Salgueiro por 4x1 e ultrapassou o adversário na classificação geral. O Azulão está na terceira colocação, com 18 pontos, um a menos que o vice-líder, o Náutico. O Carcará caiu para quarto lugar, com 16.


Santa Cruz

Baggio; Gilberto Matuto, Leandro Cardoso, Alysson e Jefferson; Léo, Goiano, Elvis (Souza) e Jackson (Serginho); Joelson e André Leonel (Val Barreto). Técnico: Dado Cavalcanti


Araripina

Danilo; Fernandes, Régis, Márcio e Hiroshi; Felipe, Romário (Péricles), Zaqueu e Dunga; Jessuí (Renan) e Marcelo Paraíba. Técnico: Jorge Luis Farias


Local: Estádio do Arruda. Árbitro: Nielson Nogueira Dias. Assistentes: Jossemmar Diniz e Pedro Wanderley.


Gols: Fernandes (contra, aos 15 do 1° T), Alysson (aos 26 do 1° T).


Cartões Amarelos: André Leonel (S) e Fernandes (A). Cartão Vermelho: Zaqueu (A).


Público: 8.412. Renda: R$ 22.240,00. Preliminar: Santa Cruz 4x0 Araripina (Juniores)

Nenhum comentário: