domingo, fevereiro 21, 2010

Sport é só lamentação

Rubro-negros não ficaram satisfeitos com empate, já que poderiam abrir seis pontos de vantagem sobre rival

O Sport jogava em casa, dominou o jogo por mais tempo e teve as melhores oportunidades. Além disso, vinha de dois empates com times do interior e necessitava reencontrar a vitória. Por isso tem mais motivos para lamentar. E o fez de maneira intensa. Afinal, sabe que perdeu a chance de abrir seis pontos sobre o rival e iniciar o "returno" tranquilo na liderança do Estadual.

Folga na classificação que seria importante principalmente a partir desta semana, quando o time inicia a sua participação na Copa do Brasil. Na próxima quarta-feira, o time enfrenta o Brasília, em Taguatinga. A agenda de treinos vai ficar apertada, tanto que hoje o elenco já retoma os treinamentos - a reapresentação acontece nesta manhã. O time viaja na próxima terça-feira. O Leão volta a entrar em campo pelo Estadual no próximo final de semana. Enfrenta o Araripina, no Sertão.

Na análise do empate de ontem, restou enaltecer a permanência no topo da classificação. "A gente queria ganhar o jogo. Infelizmente, não conseguimos. Pelo menos continuamos na liderança", externou o goleiro Magrão, que assumiu a culpa no lance do gol alvirrubro. "Não adianta colocar a culpa no gramado. Era uma bola defensável". "Desde o começo o Sport procurou o gol e, se tem uma equipe que era para sair vitoriosa, era o Sport", acrescentou o goleiro.

O volante Zé Antônio reforçou o discurso de Magrão. "Tivemos mais chances de ganhar, dominamos o jogo, mas infelizmente não conseguimos vencer. Vamos trabalhar forte nesta semana para reencontrar a vitória."

"O Sport teve maior domínio de bola, conseguiu marcar um gol no primeiro tempo, tivemos a chance de matar a partida e mais uma vez não conseguimos. Esse está sendo o nosso grande problema. No segundo tempo, o Náutico chegou só duas vezes e conseguiu o gol de empate. Tivemos novamente a chance de vencer depois do empate, e não conseguimos vencer", analisou o técnico Givanildo Oliveira.

Desfalques - Para a estreia na Copa do Brasil, o técnico Givanildo Oliveira não tem desfalques. Para o jogo contra o Araripina, porém, o time tem uma baixa importante. O atacante Ciro está suspenso. Seu substituto imediato é Nádson, que deverá formar dupla de ataque com Wilson

Nenhum comentário: